ONU pede à Turquia que retorne à Convenção de Istambul sobre violência à mulher
BR

21 março 2021

Agência ONU Mulheres emitiu comunicado manifestando preocupação com a decisão do governo de Ancara: tratado do Conselho da Europa busca prevenir e combater a violência doméstica e violência de gênero.

A ONU Mulheres está preocupada com a saída da Turquia da Convenção de Istambul sobre violência a mulheres.

Em comunicado conjunto com ao Sistema das Nações Unidas no país, a agência pediu à Turquia que retorne ao tratado de prevenção à violência de gênero e doméstica.

Pandemia

Segundo a agência da ONU, o anúncio é feito num momento em que existe uma ação concertada internacionalmente para acabar com a violência a meninas e mulheres, e quando a própria ONU Mulheres procurar mobilizar mais ação entre as gerações para o tema.

Os casos de agressão a mulheres têm aumentado durante a pandemia da Covid-19 em todo o mundo. Muitas vezes por causa do confinamento social e de medidas de combate à crise global de saúde.

Para a ONU, a solidariedade das nações é fundamental para acabar com a chamada “pandemia paralela” do novo coronavírus, ou seja: a violência de gênero.

Foto: ITU/A.Mhadhbi
CSW avalia benefícios das tecnologias digitais para a autonomia das mulheres

Compromisso

A agência lembrou ainda o apelo do secretário-geral António Guterres sobre o fim da violência a mulheres e disse que o compromisso dos países com a Convenção de Istambul é um elemento-chave para o sucesso.

No comunicado, a ONU Mulheres ressalta que se junta a todos que pedem ao governo da Turquia para seguir implementando o direito das mulheres e meninas e combatendo todas as formas de discriminação feminina.

Relembre a entrevista à ONU News da brasileira Maria da Penha, que inspirou a lei contra a violência a mulher no Brasil.

 

Neste momento, a ONU está realizando a 65ª. sessão da Comissão sobre o Estatuto da Mulher, CSW, que avalia justamente os avanços dos direitos das mulheres em todos os Estados-membros num fórum mundial com governos, sociedade civil e setor privado.

A CSW deve terminar na próxima semana.

    

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud