Passar para o conteúdo principal

Em Moçambique, vacinas da Covax acendem expectativas de fim da pandemia BR

Moçambique recebeu lotes de vacinas como parte da iniciativa Covax
UNICEF
Moçambique recebeu lotes de vacinas como parte da iniciativa Covax

Em Moçambique, vacinas da Covax acendem expectativas de fim da pandemia

Saúde

País recebeu carregamento com 384 mil unidades do mecanismo global; registros de coronavírus ultrapassam 62 mil infectados e 693 mortes; Unicef entregou parte do lote das 2,4 milhões de doses a ser concluídas até o final de maio.

Moçambique recebeu o primeiro lote com cerca de 384 mil doses de vacinas da AstraZeneca, como parte da iniciativa Covax. 

Na segunda-feira, o Fundo da ONU para Infância, Unicef, fez a entrega do carregamento às autoridades do país em nome do mecanismo global. Até maio, cerca de 2,4 milhões de unidades deverão chegar ao território moçambicano.

Unicef fez a entrega do carregamento de vacinas contra COVID-19 às autoridades de Moçambique
UNICEF
Unicef fez a entrega do carregamento de vacinas contra COVID-19 às autoridades de Moçambique

Populações

A ONU News ouviu cidadãos de diferentes áreas do país que expressaram expectativas em relação ao imunizante. Na vila do Songo, província central de Tete, o ambientalista Binte Insa contou que a vacina pode ajudar a salvar as populações.

“Já começo a desenhar Moçambique fora da terceira vaga da Covid. Penso que todas as famílias moçambicanas sofreram um embate muito grande. Começamos a ter rostos muito conhecidos, amigos vizinhos, colegas de trabalho, irmãos e muitos dos casos chagaram até a morte. Portanto, esta vacina pode ser uma salvação para o povo moçambicano.”

Na campanha de imunização, Moçambique deverá dar prioridade a profissionais de saúde, idosos e pessoas com problemas de saúde preexistentes pela vulnerabilidade destes grupos em contrair a Covid-19.

O escritor e docente universitário Lucílio Manjate disse que as populações não devem baixar a guarda com a chegada das vacinas. A iniciativa global pretende garantir uma distribuição equitativa aos países de rendas baixa e média.

Plano da Iniciativa Covax prevê fornecer cerca de 2 bilhões de doses de vacinas este ano
Unicef/Francis Kokoroko/Covax
Plano da Iniciativa Covax prevê fornecer cerca de 2 bilhões de doses de vacinas este ano

Medidas

“Eu julgo que é um sinal de esperança de sairmos vitoriosos deste combate a esta pandemia, se nós pensarmos que os esforços que o governo está a empreender para adquirir vacinas. Mas devem ser combinados com o redobrar das medidas de prevenção de cada cidadão moçambicano.”

Mais de 62,7 mil casos da Covid-19 já foram confirmados no país. A chegada do imunizante coincide com a reabertura de aulas presenciais, interrompidas há cerca um ano como parte dos esforços de combate à pandemia. 

A medida abrange instituições de ensino primário, secundário, técnico-profissional e superior que tiveram a aprendizagem presencial interrompida no âmbito da Situação de Calamidade Pública ainda em vigor.

O distanciamento social está sendo praticado em centro de reassentamento no distrito de Dondo, como parte dos esforços em Moçambique para combater a propagação da Covid-19.
PMA/Rafael Campos
O distanciamento social está sendo praticado em centro de reassentamento no distrito de Dondo, como parte dos esforços em Moçambique para combater a propagação da Covid-19.

Esperança 

Para a representante do Unicef em Moçambique, Maria-Luisa Fornara, a chegada da vacina “semeia esperança para todos”. Ela disse acreditar que em breve o sofrimento poderá acabar.

Além de vacinas, a iniciativa Covax mobiliza recursos para permitir um acesso equitativo a diagnósticos e tratamentos. Entre os mais de 30 doadores estão Estados Unidos, União Europeia, Reino Unido, Japão, Canadá e Alemanha.

De Maputo para ONU News, Ouri Pota.