Grupo de crianças em campo de verão da Unrwa.

Unrwa precisa de US$ 1,5 bilhão apoiar refugiados palestinos em 2021  BR

Unrwa/Hiba Kreizim
Grupo de crianças em campo de verão da Unrwa.

Unrwa precisa de US$ 1,5 bilhão apoiar refugiados palestinos em 2021 

Ajuda humanitária

Agência fala de sofrimento após crise financeira sem precedentes em 2020; situação aumentou desespero e sensação de abandono entre palestinos; mais de metade do valor será canalizado para educação, saúde, assistência e áreas sociais como proteção e infraestrutura. 

A Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados Palestinos, Unrwa, precisa de US$ 1,5 bilhão para financiar serviços essenciais, apelos de emergência e projetos prioritários em 2021. 

Um comunicado publicado esta quinta-feira em Amã destaca que, após uma crise financeira sem precedentes no ano passado, houve um “aumento do desespero e uma sensação de abandono entre os refugiados palestinos”. 

Visão  

A Unrwa apela aos doadores que forneçam os fundos necessários para permitir que seja cumprido o mandato da agência. O propósito é evitar crises financeiras recorrentes que colocam serviços humanitários essenciais em risco e unir esforços para “desenvolver coletivamente uma visão sustentável e voltada para o futuro”. 

Centenas de pessoas estão se refugiando em escolas administradas pela Unrwa
UNRWA
Centenas de pessoas estão se refugiando em escolas administradas pela Unrwa

 

Cerca de US$ 806 milhões do total serão aplicados em intervenções essenciais, como educação, saúde, assistência e serviços sociais, proteção e infraestrutura bem como na melhoria de acampamentos. 

A agência viveu o período financeiro mais crítico na sequência do corte de fundos anunciado pela antiga administração dos Estados Unidos em 2018. 

Como parte do novo apelo, cerca de US$ 231 milhões serão direcionados para a assistência humanitária de emergência “em resposta aos efeitos arrasadores do bloqueio e da ocupação no território palestino”. 

Síria, Jordânia e Líbano 

A agência disse precisar ainda de US$ 318 milhões para dar resposta às dificuldades causadas aos refugiados palestinos pelo conflito na Síria. Os valores serão usados tanto no país como na Jordânia e no Líbano. 

A Unrwa defende que atender ao desenvolvimento humano, às necessidades humanitárias e de proteção dos refugiados palestinos até que haja uma solução justa e duradoura para sua situação é “um investimento na estabilidade da região do Oriente Médio”. 

Crianças em Gaza, onde a Unrwa assiste cerca de 1 milhão de refugiados palestinos
Banco Mundial/Natalia Cieslik
Crianças em Gaza, onde a Unrwa assiste cerca de 1 milhão de refugiados palestinos