Secretário-geral da ONU é vacinado contra a Covid-19 em escola de Nova Iorque  BR

António Guterres recebendo primeira dose da vacina contra a Covid-19 em Nova Iorque
Foto ONU: Eskinder Debebe
António Guterres recebendo primeira dose da vacina contra a Covid-19 em Nova Iorque

Secretário-geral da ONU é vacinado contra a Covid-19 em escola de Nova Iorque 

Saúde

António Guterres, que faz 72 anos em abril, fez a marcação pela internet e esperou na fila para ser imunizado; regras atuais para vacinação priorizam trabalhadores de saúde e pessoas acima de 65 anos. 

O secretário-geral da ONU, António Guterres, recebeu esta quinta-feira sua primeira dose da vacina contra a Covid-19. 

Ele foi imunizado numa escola pública de Nova Iorque, que está vacinando agentes de saúde, professores e pessoas acima de 65 anos. Guterres, 71 anos, marcou tudo pela internet e esperou pela sua vez na fila. 

Tweet URL

Importância

Em sua conta oficial no Twitter, Guterres disse ser “afortunado e agradecido” por receber a imunização. 

Ele afirmou que era preciso trabalhar “para garantir que a vacina está disponível para todos, em todo o lado.” Segundo ele, com esta pandemia, ninguém está seguro até todos estarem seguros. 

Cidade 

Em nota, a comissária do Gabinete do Prefeito de Nova Iorque para Assuntos Internacionais, Penny Abeywardena, lembrou que ao utilizar a internet para marcar a vacina, o chefe da ONU se comportou como os nova-iorquinos.  

Para ela, “isso ajudará muito a construir a confiança nas comunidades de que a vacina é segura para todos."   

Pela manhã, Guterres disse à Assembleia Geral que as vacinas são “um grande teste moral e “devem ser vistas como bens públicos, disponíveis e acessíveis para todos.” 

O secretário-geral destacou a iniciativa da Organização Mundial da Saúde, OMS, Covax, para levar os imunizantes aos países de rendas baixa e média.  

Mas a Covax ainda precisa de US$ 27 bilhões para cumprir o objetivo de vacinar 2 bilhões de pessoas até o final deste ano.