Portugal anuncia toque de recolher no Natal e Ano Novo para conter Covid-19
BR

24 dezembro 2020

Ex-apresentadora da ONU News, Leda Letra, relata de Lisboa como os portugueses deverão passar Natal e Ano Novo e o início da campanha de vacinação, em 27 de dezembro, contra a pandemia; Covid-19 já contaminou pelo menos 378 mil portugueses, desde março, causando mais de 6,2 mil mortes; bares e restaurantes terão de fechar às 10h30 da noite no último dia do ano.

 

 

 

Leia o boletim da íntegra:

“Portugal encerra o ano de 2020 com uma boa notícia.
A vacinação contra a Covid-19 começa já no dia 27 de dezembro sendo que profissionais de saúde de hospitais universitários aqui de Lisboa, do Porto e de Coimbra serão os primeiros a receberam a vacina.
O plano nacional prevê ainda a vacinação de pessoas de 50 anos ou mais desde que tenham alguma doença crônica como insuficiência cardíaca ou doença respiratória crônica.
Portugal já registrou desde março mais de 378 mil casos de covid-19 sendo que mais de 6,2 mil pacientes morreram. 
E com o aumento das infecções no outono e início deste inverno, o governo decidiu manter o estado de emergência até o dia 7 de janeiro e impôs várias regras para celebrações de fim de ano.  
No Natal, por exemplo, será permitido circular entre Concelhos e na via pública até às 2 horas da manhã permitindo então que os portugueses possam passar o Natal em família.
Mas o governo decidiu acabar com as celebrações de Ano Novo. No diz 31 de dezembro só será possível circular na via pública até às 11h da noite. E os restaurantes e bares precisarão estar com as portas fechadas às 10h30 da noite.
O primeiro-ministro, António Costa, foi inclusive muito claro. Ele disse que é preciso cortar, completamente, as celebrações de Ano Novo e tentar assim diminuir os riscos de contágio.
De Lisboa para a ONU News, Leda Letra.”
 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud