18 dezembro 2020

Secretário-geral disse ao Parlamento alemão, Bundestag, que a cooperação internacional apoia soluções globais; chefe da ONU aponta o país como uma força motriz global em diferentes frentes para abordar desafios da atualidade. 

O secretário-geral António Guterres destacou esta sexta-feira que a Alemanha é um parceiro importante para a manutenção e consolidação da paz, além da prestação de auxílio humanitário.  

Soluções 

Começando a intervenção no Parlamento alemão, Bundestag, ele avisou que discursaria na língua alemã. O chefe da ONU sublinhou o apoio do governo ao seu apelo de cessar-fogo global lançado no início deste ano para ajudar a combater a pandemia.    

O líder das Nações Unidas disse haver um déficit de cooperação internacional destacando que os desafios globais exigem soluções globais. O secretário-geral apontou desafios como a Covid-19, a crise econômica global e o progresso vacilante no desenvolvimento sustentável e na igualdade de gênero. 

NASA
Guterres apelou à ação climtica nas áreas de mitigação, finanças e adaptação.

 

Guterres realçou que o caminho para conquistar o futuro é através da abertura para o mundo. 

O chefe da ONU realçou que em muitos lugares é observado um fechamento de mentes. Um retrocesso dos valores do Iluminismo, a maior contribuição da Europa para a civilização mundial. Ele destacou que isso é um perigoso desvio para o falso refúgio da irracionalidade. Guterres citou ainda o aumento do discurso de ódio, do antissemitismo, do preconceito antimuçulmano e de outras formas de discriminação   

ONU75  

O secretário-geral foi convidado para o Bundestag pelo presidente do órgão, Wolfgang Schäuble, para marcar o 75º aniversário da ONU. 

Ele agradeceu à Alemanha pelo apoio à Organização Mundial da Saúde com o Acelerador ACT de Ferramentas da Covid-19 e na Iniciativa Covax para desenvolver e distribuir vacinas, diagnósticos e tratamentos de forma equitativa. 

ONU Web TV
Guterres lembrou a promessa das autoridades alemãs de zerar as emissões líquidas de carbono até 2050

 

Para Guterres, o próximo passo nesse sentido é garantir que todos, em qualquer lugar, tenham acesso à vacina. O desafio atual é garantir que esses imunizantes sejam “tratados como um bem público global acessível a todos, em qualquer lugar no que chamou “vacina para o povo.” 

Notícias  

Mas acompanhando a pandemia, o chefe da ONU destacou a ação do “vírus da desinformação” que “também deve ser derrotado”. Segundo ele, em todo o mundo, se observaram abordagens populistas que ignoram à ciência enganando o público. Para piorar estiveram notícias falsas e conspirações. 

Nesse contexto, Guterres elogiou a liderança da chanceler Angela Merkel pelos “passos iniciais e decisivos impulsionados pela ciência”, pelos dados e pelas ações em nível local que ajudaram a baixar a transmissão do vírus e a salvar vidas. 

Unicef/Kiran Panday
Organização Mundial da Saúde lidera o Acelerador ACT com parceiros internacionais.

 

Guterres mencionou ainda que estudos comprovam que a liderança das mulheres durante a pandemia levou a resultados alcançados com base na ciência, “sustentáveis, inclusivos e eficazes.” 

Mitigação, finanças e adaptação 

Um aspecto para o qual o chefe da ONU foi a crise climática. Ele apontou a perda de biodiversidade e ecossistemas, aumento da desertificação e acidificação, além de incêndios devastadores, inundações e furacões. Guterres apelou à ação em três áreas: mitigação, finanças e adaptação. 

Usando o exemplo da Alemanha, António Guterres disse que o país tem sido uma força motriz global em todas as frentes. Guterres lembrou a promessa das autoridades de zerar as emissões líquidas de carbono o até 2050. 

O secretário-geral disse que além de o país servir de referência deve ajudar a construir uma Coalizão Global pela Neutralidade do Carbono na qual países, em especial as grandes economias devem apresentar planos para atingir emissões líquidas zero até 2050. 

Esforços de paz 

O discurso ressaltou o apoio alemão à Conferência Internacional de Berlim sobre a Líbia em janeiro e o papel do país nos esforços de paz no Iêmen, Afeganistão, Sahel e no leste da Ucrânia. 

Outra área com importante contribuição alemã é nos esforços em favor da plena participação das mulheres nos processos de paz acolhimento a além do auxílio essencial para milhões de pessoas necessitadas. 

UN Photo/Christopher Herwig
Alemanha apoia esforços em favor da plena participação das mulheres nos processos de paz

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud