Covid-19 pode levar 115 milhões de pessoas à pobreza este ano.

Ação para reduzir a pobreza no centro do Dia Internacional da Solidariedade Humana  BR

Unicef Angola/2016/Simancas
Covid-19 pode levar 115 milhões de pessoas à pobreza este ano.

Ação para reduzir a pobreza no centro do Dia Internacional da Solidariedade Humana 

Direitos humanos

Data foi proclamada há 15 anos pela Assembleia Geral; ONU incentiva cooperação e solidariedade dos países para erradicar o problema; celebrações reforçam união internacional, respeito aos compromissos e promoção de debates sobre o tema. 

Neste 20 de outubro, o mundo marca o Dia Internacional da Solidariedade Humana. As celebrações promovem a união na diversidade, o respeito a acordos sobre a questão e o aumento da consciência pública sobre a importância dessas ações. 

A organização incentiva novos debates sobre como promover a solidariedade para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, realçando temas como erradicação da pobreza, ações e iniciativas.  

Impacto 

As Nações Unidas pediram mais esforços dos países após novas projeções de que a pandemia pode levar 115 milhões de pessoas à pobreza este ano.  

A primeira alta em décadas teria maior impacto sobre mulheres que podem perder empregos e não ter proteção social suficiente. 

Assembleia Geral proclamou Dia Internacional após reconhecer a importância de promover a cultura da solidariedade
Acnur/ Elisabet Diaz Sanmartin
Assembleia Geral proclamou Dia Internacional após reconhecer a importância de promover a cultura da solidariedade

 

A organização realça a situação de pessoas sofrendo ou precisando de ajuda dos mais privilegiados pedindo maior solidariedade internacional “no contexto da globalização e do aumento da desigualdade”. 

A Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável concentra-se nas pessoas e no planeta. A base das metas globais são os direitos humanos e uma parceria global para baixar número de pessoas em situações de pobreza, fome e doenças.  

Partilha   

A Assembleia Geral proclamou este Dia Internacional há 15 anos após reconhecer a importância de promover a cultura da solidariedade e do espírito de partilha para combater a pobreza. 

Para atingir essas metas, a organização criou Fundo Mundial de Solidariedade em 2002 e incentiva a “cooperação na solução dos problemas internacionais de caráter econômico, social, cultural ou humanitário”.

 

Autoridades de Madri foram consideradas responsáveis pela maneira como a mulher foi tratada pelos médicos
ONU News/ Anton Uspensky
Autoridades de Madri foram consideradas responsáveis pela maneira como a mulher foi tratada pelos médicos