Secretário-geral saúda manutenção de cessar-fogo em Nagorno-Karabakh 
BR

4 dezembro 2020

António Guterres destaca declaração de 9 de novembro dizendo que governos da Armênia e do Azerbaijão devem retomar negociações para chegar a acordo mais duradouro; para chefe da ONU, existe possibilidade de promover paz, estabilidade e prosperidade regionais. 

O secretário-geral, António Guterres, saudou a adesão contínua ao cessar-fogo em Nagorno-Karabakh, acordado a 9 de novembro entre o presidente do Azerbaijão, o primeiro-ministro da Armênia e o presidente da Rússia. 

Em nota emitida por seu porta-voz, António Guterres tomou ciência da declaração conjunta dos países que presidem o Grupo de Minsk da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa, Osce. 

As Nações Unidas organizam três eventos especiais para marcar a data
Sede das Nações Unidas em Nova Iorque., by ONU/Mark Garten

Acesso irrestrito 

O chefe das Nações Unidas apelou a todos para cumprirem com suas obrigações, principalmente no que se refere ao Direito Internacional Humanitário e aos Direitos Humanos. 

Guterres afirma que as Nações Unidas estão “preparadas para responder às necessidades humanitárias em todas as áreas afetadas pelo conflito e para aumentar a assistência” em ambos os países. 

Ele pediu ainda que todos os atores relevantes cooperem com a ONU para garantir o acesso irrestrito. 

Diálogo 

Guterres instou aos representantes da Armênia e do Azerbaijão a retomar as negociações sob os auspícios do Grupo de Minsk, para “chegar a um acordo pacífico duradouro.” 

Guterres termina encorajando os dois governos “a embarcar num caminho de diálogo para promover a paz, estabilidade e prosperidade regionais.” 

O conflito na região de fronteira, localizada no sul do Cáucaso, persiste por mais de três décadas.  

A mais recente fase de confrontos entre Armênia e Azerbaijão eclodiu no final de setembro.  

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud