ONU celebra Dia Internacional da Tradução homenageando centenas de funcionários 
BR

30 setembro 2020

Profissionais trabalham nas seis línguas oficiais do Secretariado em várias sedes e centros regionais pelo globo; data que homenageia todos os tradutores foi escolhida por ser aniversário de morte de São Jerônimo, que traduziu a Bíblia, tornando-se patrono dos tradutores.

 As Nações Unidas marcam neste 30 de setembro o Dia Internacional da Tradução. Com centenas de tradutores em seu Secretariado, a ONU atribui grande importância ao papel que desempenham no fortalecimento da diplomacia e do multilateralismo.  

Através do trabalho de tradução em suas seis línguas oficiais, esses profissionais ajudam a promover entendimento, diálogo e cooperação, além de desenvolvimento, paz e segurança. 

A data foi adotada pela Assembleia Geral em 24 de maio de 2017, Foto ONU/Manuel Elias

Latim, grego e hebraico 

A data de 30 de setembro foi escolhida pela Assembleia Geral por marcar o aniversário de morte de São Jerônimo, o tradutor da Bíblia, que se tornou uma espécie de patrono de todos os tradutores. 

Um padre do nordeste da Itália, ele ficou conhecido por se lançar ao desafio de traduzir a maior parte da Bíblia do grego para o latim com base em manuscritos do Novo Testamento.  Ele também traduziu partes dos evangelhos em hebraico para o grego. Ele morreu perto da cidade de Belém em 30 de setembro de 420. 

Neste Dia Internacional, a ONU lembra que a transposição de um texto científico e técnico de uma língua à outra requer interpretação, terminologia própria e um nível de profissionalismo indispensáveis para preservar o sentido, a clareza e formar um clima produtivo para a comunicação interpessoal e o discurso público internacional.  

Diversidade cultural 

As Nações Unidas também investem em multilinguismo para promover a utilização de várias línguas pelo mundo

A data foi adotada pela ONU em 24 de maio de 2017 com a resolução 71/288 sobre o papel dos profissionais da língua que conectam nações e promovem paz e entendimento. 

As Nações Unidas também investem em multilinguismo para promover a utilização de várias línguas pelo mundo. A organização acredita que, cada vez mais, aumenta a conscientização das línguas como canais de diversidade cultural e de diálogo para assegurar educação de qualidade para todos e criar sociedades mais inclusivas. 

A ONU tem centenas de tradutores nas cidades de Nova Iorque, Genebra, Viena e Nairóbi, além de suas sedes regionais em Addis Abeba, Bangcoc, Beirute, Genebra e Santiago do Chile. 

Eles atuam na tradução de documentos, relatórios, discursos e outros itens de comunicação e informação.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

Dia Internacional da Língua Materna promove ausência de fronteiras para os idiomas

Diversidade linguística está sendo ameaçada com desaparecimento das línguas e falta de acesso à educação no idioma original; mundo digital abriga menos de 100 línguas; secretário de Cultura da Guiné-Bissau fala à ONU News sobre planos de tornar o crioulo, língua oficial.