ONU celebra Dia Internacional da Paz pedindo cooperação e cessar-fogo global 
BR

21 setembro 2020

Secretário-geral António Guterres afirma que por causa da pandemia, apelo é mais importante do que nunca; este ano, organização também comemora 75 anos de fundação; para marcar aniversário, ONU realizou pesquisa global de opinião sobre seu papel e resultados saem esta semana.

As Nações Unidas marcam esta segunda-feira, 21 de setembro, o Dia Internacional da Paz. Esse ano, o tema do dia é "Moldar a Paz Juntos". 

Em mensagem de vídeo, o secretário-geral, António Guterres, disse que a data é dedicada “a apelar às partes beligerantes em todos os lugares a depor armas e a trabalhar em prol da harmonia.” 

Boinas-azuis em Juba, Sudão do Sul. Manutenção de paz foi sempre uma das missões da ONU, Unmiss/Eric Kanalstein

Apelo 

Durante 24 horas, todos são convidados a fortalecer os ideais da paz vivendo um dia sem violência.  

Para o chefe da ONU, “à medida que a pandemia da Covid-19 continua a assolar o mundo, este apelo é mais importante do que nunca.” 

Foi por isso que Guterres pediu um cessar-fogo global em março, um apelo que irá repetir na abertura da semana de alto nível da Assembleia Geral, esta terça-feira.  

Para ele, “o mundo enfrenta um inimigo comum, um vírus mortal que está a causar imenso sofrimento, destruindo meios de subsistência, contribuindo para as tensões internacionais e agravando os já grandes desafios para a paz e a segurança.” 

Aniversário 

Este ano, as Nações Unidas celebram seu 75º aniversário.  

Para marcar a data, a organização realizou formulou um questionário em 53 línguas, endereçado a milhões de cidadãos em todo o mundo. Os resultados serão divulgados esta semana. 

Guterres diz que a iniciativa reúne “pessoas para uma conversa global sobre como moldar o nosso futuro e construir a paz em tempos difíceis.” 

O secretário-geral também destaca dificuldades causadas pelas medidas de combate à pandemia. Segundo ele, nestes dias de distanciamento físico, não é possível ficar próximos uns dos outros. Ainda assim, as pessoas devem permanecer juntas pela paz. 

Juntos, conclui António Guterres, os cidadãos do mundo podem “construir um mundo mais justo, mais sustentável e equitativo.” 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

Chefe da ONU diz que pandemia é maior desafio que mundo enfrenta desde Segunda Guerra Mundial

Até 25 milhões de empregos podem ser perdidos devido à pandemia; esta terça-feira, secretário-geral publicou relatório detalhando consequências do novo coronavírus; Fundo de Resposta e Recuperação deverá apoiar países de baixa e média rendas.