Exclusivo: Onda de choque da explosão no Líbano “chegou a atingir” fragata brasileira
BR

5 agosto 2020

Líder da Marinha brasileira no local relata consequência do incidente para missão de paz; comandante destaca apoio dado a corveta que sofreu danos; missão apoia autoridades locais.

O contra-almirante brasileiro Sérgio Renato Berna Salgueirinho comanda a Força Tarefa Marítima da Força Interina da ONU no Líbano, Unifil.

Nesta conversa com a ONU News, o oficial conta que estava na fragata Independência perto do Porto de Beirute quando ocorreu a explosão desta terça-feira. A onda de choque atingiu a embarcação brasileira, mas não causou danos.

No entanto, um navio do Bangladesh foi gravemente afetado e os feridos receberam cuidados.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

Após explosão no Líbano, ONU pede a funcionários que fiquem em casa

Secretário-geral, António Guterres, expressou condolências ao país e disse que organização está comprometida a ajudar nesse momento difícil; segundo agências de notícias mais de 100 pessoas morreram e 4 mil estão feridas; comandante brasileiro da Força Tarefa Marítima da Unifil, no Líbano, contou à ONU News, o que viu na hora da explosão.