Unesco pede punição para assassinato de jornalista no México, o quarto este ano
BR

6 agosto 2020

Pablo Morrugares, que dirigia o site PM Noticias, foi morto à queima-roupa em Iguala, no sudoeste do país; o profissional, que sofria ameaças de morte desde 2015, estava acompanhado de um guarda-costa que também perdeu a vida no ataque.

A Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, apelou às autoridades mexicanas que investiguem o assassinato do jornalista Pablo Morrugares e do guarda-costa dele.

Os dois foram mortos na cidade de Iguala, no estado de Guerrero, localizado no sudoeste do México.

Estado de direito

Unesco quer investigação dos assassinatos do jornalista e do guarda-costa., by Unama/Fardin Waezi

Em nota, a diretora-geral da agência, Audrey Azoulay, condenou as mortes e disse que os autores dos crimes têm que ser levados à justiça.

Pablo Morrugares e o segurança particular, que ainda não teve seu nome divulgado, foram albejados no domingo num restaurante de Iguala.

O guarda-costa havia sido destacado ao profissional pelo Ministério do Interior do México como parte do mecanismo de proteção para defensores de direitos humanos e jornalistas no país.

O Observatório da Unesco sobre Jornalistas Assassinados informou que este é o quarto assassinato somente este ano, no México.

Censura

A chefe da Unesco destaca que o Estado de direito deve garantir o fim do uso da violência pelos criminosos como censura, e também tem o dever de proteger as liberdades de imprensa, de expressão e o acesso à informação.

A agência realça que o jornalista recebe ameaças de morte desde 2015 e sobreviveu a uma tentativa de assassinato um ano depois.

Para a segurança dos jornalistas, a Unesco promove iniciativas para aumentar a consciência sobre o tema em nível global, além da capacitação e aplicação do Plano de Ação da ONU sobre Segurança de Jornalistas e a Questão da Impunidade.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud