Passar para o conteúdo principal

Unesco diz que Turquia deve buscar diálogo sobre futuro do Museu Hagia Sophia BR

Governo do presidente Recep Tayyip Erdogan quer transformar o Museu Hagia Sophia numa mesquita.
ONU News/Jing Zhang
Governo do presidente Recep Tayyip Erdogan quer transformar o Museu Hagia Sophia numa mesquita.

Unesco diz que Turquia deve buscar diálogo sobre futuro do Museu Hagia Sophia

Cultura e educação

Agência informa que enviou várias cartas ao governo do presidente do país, Recep Tayyip Erdogan, que anunciou planos de transformar o Patrimônio Histórico Mundial numa mesquita; Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura afirma que sítio integra “Áreas Históricas de Istambul” e tem forte valor simbólico e universal.

A Unesco escreveu à Turquia manifestando preocupação com relatos de que o governo do presidente Recep Tayyip Erdogan quer transformar o Museu Hagia Sophia numa mesquita.

Em comunicado, a Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, informou que enviou várias cartas ao país pedindo às autoridades turcas que promovam um diálogo antes de tomarem qualquer decisão que possa influenciar o valor universal do sítio histórico. 

Sede da Unesco, em Paris
Sede da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, em Paris. Foto: Unesco

Compromissos e obrigações

A agência lembrou que a inscrição do Hagia Sophia como Patrimônio Histórico da Unesco contém uma série de compromissos e obrigações legais. E que qualquer modificação do status do sítio requer aviso prévio do país à Unesco, que por sua vez, encaminhará a solicitação à Comissão do Patrimônio Mundial. 

Por isso mesmo, a Unesco lembra que a nação que abriga o Patrimônio deve assegurar que nenhuma mudança seja feita ao “valor universal excepcional” da propriedade inscrita em seu território. 

O texto adotado pela Comissão especifica as “Áreas Históricas de Istambul” e ressalta o “valor universal excepcional” como base para a decisão de inscrever qualquer sítio na Lista Mundial de Patrimônios. 

Obras arquitetônicas

No caso específico das “Áreas Históricas de Istambul” o sítio entrou para a lista da Unesco especialmente pela “integração única das obras arquitetônicas que refletem o encontro da Europa com a Ásia através de vários séculos”. 

Uma outra razão para a inclusão do Museu Hagia Sophia tornou-se um modelo para uma família inteira de igrejas e depois mesquitas, e os mosaicos de palácios e igrejas da Constantinopla, que foram influenciados pela arte do Oriente e do Ocidente.

A Unesco finalizou o comunicado lembrando que a participação efetiva, inclusiva e equitativa das comunidades e outros interessados no sítio como condição necessária para a preservar e realçar seu significado e característica ímpar.

Para a agência, este requisito serve à proteção e à transmissão do valor universal do patrimônio e ao espírito inerente da Convenção do Patrimônio Mundial.

Em sua página na internet, o Museu Hagia Sophia informa que a construção do local como igreja foi concluída em 537 quando foi aberta aos fiéis. No século 16,  uma mesquita foi construída no local, que acabou transformado em museu em 1935.