Passar para o conteúdo principal

Microempresas de mulheres e jovens entre as mais prejudicadas pela pandemia BR

Jovens marfinenses vendendo seus artigos em plena crise da Covid-19 em Abidjan.
OIT/Jennifer A. Patterson
Jovens marfinenses vendendo seus artigos em plena crise da Covid-19 em Abidjan.

Microempresas de mulheres e jovens entre as mais prejudicadas pela pandemia

Desenvolvimento econômico

Este 27 de junho é o Dia das Micro, Pequenas e Médias Empresas, que geram metade do Produto Interno Bruto, PIB, em todo o mundo; Covid-19 causou dependência, sem precedentes, de acesso a finanças, informações e mercados.

As Nações Unidas marcam neste 27 de junho o Dia das Micro, Pequenas e Médias Empresas. A data foi instituída pela Assembleia Geral da ONU para aumentar a consciência pública sobre a contribuição deste tipo de firmas para o desenvolvimento sustentável e a economia global.

A organização realça que as pequenas empresas estão sendo mais afetadas pela crise econômica causada pelo novo coronavírus. E aquelas geridas por mulheres e jovens empreendedores estão entre as que sofrem os maiores prejuízos.

Interrupções

De acordo com a ONU, as medidas implementadas para conter a propagação do novo coronavírus causaram interrupções na cadeia de suprimentos e uma queda maciça na demanda na maioria dos setores.

A ONU acredita que as empresas de jovens também ajudam a promover inclusão de grupos vulneráveis na sociedade. 
Necessários mais de 600 milhões de postos de empregos para absorver a crescente força de trabalho global., by ONU Mulheres/Joe Saade

Para criar empregos decentes e melhorar os meios de subsistência, as pequenas empresas dependem agora “mais do que nunca” de um ambiente de negócios favorável, incluindo de apoio para acesso a finanças, informações e mercados.

Estima-se que seja preciso criar mais de 600 milhões de postos de empregos para absorver a crescente força de trabalho global até 2030. Por isso, o desenvolvimento de Pequenas e Médias Empresas, PMEs, é uma grande prioridade de vários governos ao redor do mundo.

De acordo com as estimativas, a maioria dos postos de trabalho no setor formal nos mercados emergentes é gerada por este grupo de empreendimentos que geralmente empregam menos de 250 pessoas. Elas chegam a criar 70% dos postos de trabalho.

Metas

De acordo com a organização, um aumento de US$ 1 trilhão em investimentos nas pequenas e médias empresas por ano geraria benefícios enormes à Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável.

Estas firmas são consideradas “a espinha dorsal da maioria das economias do mundo” e seu papel é essencial em países em desenvolvimento.

Dados do Conselho Internacional para Pequenas Empresas, Icsb, apontam que micro, pequenas e médias empresas formais e informais representam mais de 90% de todas as companhias. Elas geram metade do Produto Interno Bruto, PIB, no mundo.

Nações Unidas estão apoiando pequenos negócios na República Democrática do Congo, como costura
Pnud RDC
Nações Unidas estão apoiando pequenos negócios na República Democrática do Congo, como costura