Conferência busca reforçar Agência da ONU para Refugiados Palestinos
BR

23 junho 2020

Secretário-geral disse em encontro de países-doadores, organizado por Jordânia e Suécia, que Unrwa é vital também para a estabilidade da região; agência da ONU tem novo comissário-geral, o suíço Philippe Lazzarini.

As Nações Unidas participaram de uma Conferência de Doadores para a Agência de Assistência a Refugiados Palestinos, Unrwa.

Responsável por apoiar a educação de 500 mil crianças palestinas, a Unrwa fornece ainda assistência de saúde, microcréditos, auxílio alimentar e de renda.

Funcionários da saúde em Gaza entregam medicamentos nas casas de idosos palestinos refugiados. Foto: Unrwa/Khalil Adwan

Oportunidade

Todos os anos, mais de 8 milhões de consultas médicas ocorrem com o apoio da agência da ONU.

Em seu discurso, o secretário-geral, António Guterres, disse que o trabalho da Unrwa não é só vital para os palestinos refugiados, mas para a estabilidade de toda a região do Oriente Médio.

O encontro foi coorganizado por Jordânia e Suécia sob o tema “Uma Unrwa forte num mundo desafiador mobilizando ação coletiva”.

Guterres lembrou de suas visitas a estudantes apoiados pela agência na Jordânia e nos Territórios Palestinos, e como os alunos relataram a oportunidade de estudar e de se desenvolverem.
 
A agência conta com um novo comissário-geral, o suíço Phillipe Lazzarini. Nas últimas semanas, a Unrwa também tem coordenado uma resposta para evitar a propagação da Covid-19 entre as comunidades refugiadas.

Desafios

Muitos profissionais de saúde aumentaram consultas online, e a agência reforçou a assistência em dinheiro para as pessoas afetadas, além de ensino de emergência a mais de 500 mil meninas e meninos.

O chefe da ONU reconheceu que o mundo passa por desafios econômicos ao dizer que existe uma responsabilidade coletiva com o trabalho da Unrwa até que se alcance uma resolução política viável para o conflito israelense-palestino.

© Unrwa
No campo de refugiados de Dera, na Síria, os jovens refugiados palestinos continuam estudando apesar das restrições da pandemia da Covid-19.

 

Segundo Guterres, a agência atravessa um problema constante de fluxo em caixa há vários anos. 

Para ele, sem financiamento, não é possível manter a operação e o mandato da Unrwa, que foi renovado pela Assembleia Geral com forte apoio dos países-membros. 

António Guterres disse que é preciso reafirmar a solidariedade com os palestinos refugiados aumentando as contribuições da agência e transformando o suporte político em financiamento.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

Comissão da ONU diz que países árabes podem não atingir Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Relatório sobre implementação dos ODSs em 18 países da região revela que situação foi agravada pela pandemia de Covid-19; violência a meninas e mulheres, saúde e educação precárias, mudança climática e desigualdades econômicas entre os maiores desafios.

Enviado da ONU elogia cooperação das partes em conflito em momento de pandemia no Oriente Médio

Coordenador especial quer que oportunidades não sejam minadas com eventual piora no contexto político entre Israel e a Autoridade Palestina; incidentes violentos esporádicos causaram três mortos e 27 feridos nos dois lados.