Portugal confirma que Conferência dos Oceanos não será mais em 2020
BR

9 junho 2020

Nova data deverá ser anunciada “assim que possível” como disse à ONU News, o embaixador do país junto às Nações Unidas; evento co-organizado com Quênia estava marcado para ocorrer este mês, em Lisboa, mas teve de ser adiado por causa da pandemia de Covid-19.

A Conferência das Nações Unidas sobre Oceanos, marcada para o início deste mês em Lisboa, Portugal, não será mais realizada em 2020. A informação é do embaixador do país na ONU, Francisco Duarte Lopes.

A nova data deverá ser proposta por Portugal e Quênia, os dois países organizam a conferência cujo objetivo é debater parcerias e soluções para os problemas enfrentados pelos oceanos.

Consulta

O embaixador falou à ONU News por ocasião do Dia Mundial dos Oceanos, marcado neste 8 de junho, e disse que seu país continua comprometido com o tema.

“Portugal e o Quênia comprometeram-se a organizar, em Lisboa, a segunda Conferência das Nações Unidas sobre os Oceanos. Não foi possível realizar neste verão de 2020, mas o nosso compromisso mantém-se. Vamos realizá-la em Lisboa, logo que seja possível, porque a conferência foi adiada, mas os problemas que afetam os oceanos continuam.”

Portugal e Quênia devem consultar a Assembleia Geral da ONU, sobre uma nova data, que garanta a segurança dos participantes. Mesmo com o adiamento, os organizadores do evento continuam realizando iniciativas virtuais para a conferência.

Todas as pessoas podem continuar fazendo compromissos relacionados com o tema, através de uma página especial. Até o momento, já foram inscritas mais de 1,6 mil promessas.

Para Francisco Duarte Lopes, “a saúde dos oceanos é essencial para a saúde do planeta e para o bem-estar da humanidade.” O embaixador destacou ainda alguns dos maiores e mais urgentes desafios.

“Seja a acidificação que destrói os corais, seja o aumento da temperatura das águas dos oceanos, a pesca ilegal, a sobre exploração dos recursos pesqueiros ou a poluição por plásticos, por nutrientes ou a que advém do próprio transporte marítimo. Nosso esforço para melhorar a saúde dos oceanos mantém-se, e mantém toda a urgência.”

Tema

O evento deve promover uma discussão sob o tema “Reforçar a ação dos oceanos com base na ciência e na inovação para a implementação do ODS14: Avaliação, parcerias e soluções.”

A ONU declarou o período entre 2021 e 2030 como a Década da ONU da Ciência dos Oceanos para o Desenvolvimento Sustentável. A meta é mobilizar cientistas, políticos, empresas e sociedade civil para a pesquisa e inovação.

O oceano cobre 70% da superfície da Terra, é a maior biosfera do planeta e abriga até 80% de toda a vida no mundo. Cerca de 50% do oxigênio que precisamos é gerado nos oceanos, que absorvem 25% de todas as emissões de dióxido de carbono.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

Dia Mundial dos Oceanos realça inovação e sustentabilidade

Secretário-geral destaca papel dos chamados “pulmões do planeta” para estabilizar clima global; Conferência da ONU sobre os Oceanos, que ocorreria em Lisboa este ano, foi adiada devido à pandemia; Portugal reafirma compromisso do país com tema.