Covid-19 tem maior alta global de casos confirmados num só dia
BR

20 maio 2020

Total de casos confirmados nas últimas 24 horas chegou a 106.000; Brasil aparece atrás de Estados Unidos e Rússia na contagem de novas notificações; agência diz que países em desenvolvimento suscitam muita preocupação.

Nas últimas 24 horas houve 106 mil casos de Covid-19 reportados à Organização Mundial da Saúde. Esse total é o mais alto registrado em um único dia desde o início do surto.

De acordo com a mais recente atualização da agência, apresentada esta quarta-feira, apenas quatro países relataram quase dois terços desses casos. Brasil está com 7.938 atrás dos Estados Unidos com 45.251 e da Rússia com 9.263. A Arábia Saudita teve 5.102 e a Índia 4.970 notificações.

Estratégia

​​​​​​​

O diretor-geral da OMS, Tedros Ghebreyesus, disse a agência tem grande preocupação com o crescente número de casos em países de baixa e média renda.

A boa notícia é observar casos como a Coreia do Sul que se baseou da experiência obtida com a síndrome respiratória do Oriente Médio para implementar rapidamente uma estratégia abrangente para encontrar, isolar, testar e cuidar de todos os casos e ainda rastrear todos os contatos.

Para o chefe da agência, essa ação foi vital para a interrupção da primeira onda e agora identifica e contenção rápida de novos surtos.

Ghebreyesus destacou ainda que os governos definiram como objetivo principal suprimir a transmissão, salvar vidas e restaurar meios de subsistência na Assembleia Mundial da Saúde, terminada esta quarta-feira.

Profissionais

O apoio dado pela agência aos seus Estados-membros a meta é garantir que as cadeias de suprimentos permaneçam abertas e que os artigos médicos cheguem aos profissionais de saúde e pacientes.

Ghebreyesus mencionou quatro pontos essenciais na resolução da crise: primeiro dar prioridade global para se garantir a distribuição justa de todas as tecnologias essenciais de saúde de qualidade necessárias para combater a pandemia.

O principal mercado atacadista no Chile durante a pandemia de Covid-19., by © FAO/Max Valencia

Em segundo lugar, pretende-se que tratados internacionais sobre o tema sejam ser aproveitados sempre que for preciso, incluindo as disposições do Acordo Trips. Este tratado da Organização Mundial do Comércio trata de aspectos dos direitos de propriedade intelectual relacionados ao comércio.

O terceiro ponto é que que as vacinas da Covid-19 sejam classificadas como um bem público global para a saúde para pôr fim à pandemia. E por último, a OMS quer que seja incentivada  a colaboração para promover a pesquisa e o desenvolvimento entre o setor privado e o governo.

Pesquisa 

Ghebreyesus disse haver ainda um longo caminho a percorrer na pandemia de coronovírus, que já teve 4.789.205 casos confirmados. Pelo menos318.789 mortes foram registradas pela agência em nível global.

O diretor-geral da OMS disse que enquanto se combate a pandemia é prioritário garantir que os sistemas de saúde continuem funcionando, tendo em conta o risco de vida de qualquer suspensão de serviços essenciais como a imunização infantil.

ONU/ Elma Okic
Diretor-geral da Organização Mundial da Saúde, OMS, Tedros Ghebreyesus.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud