Unfpa: pandemia impacta serviços de saúde sexual e reprodutiva em Moçambique 
BR

11 maio 2020

Agência da ONU estima que cerca de 17 mil grávidas irão dar à luz nos centros de saúde nos próximos três meses; 4.700 recém-nascidos terão complicações, aumentando a necessidade de acessibilidade à obstetrícia. 

Novas análises desenvolvidas pelo Unfpa e parceiros mostram que as interrupções relacionadas ao bloqueio devido à covid-19 durante seis meses podem deixar 47 milhões de mulheres incapazes de usar contraceptivos modernos.  

Este fator pode ter como consequência 7 milhões de gravidezes adicionais indesejadas em países de baixa e média rendas. 

Desafios 

Face aos dados globais, a ONU News em Maputo conversou com Andrea Wojnar, representante do Fundo das Nações Unidas para a População, Unfpa. Ela citou alguns desafios para impedir que a situação se agrave em Moçambique. 

  “Estamos a apoiar o governo nos planos de preparação e resposta à Covid-19  para garantir a segurança, o bem-estar e a proteção de mulheres e raparigas. No mês passado foram instaladas tendas especiais em seis clínicas em Cabo Delgado para garantir que 6.300 mulheres e raparigas por mês possam ter acesso com segurança o planeamento familiar, bem como os cuidados pré e pós-natal durante a pandemia do Covid -19”.   

Apoio 

Apesar do apoio ao governo Andrea Wojnar, afirma que estas ações devem ser intensificadas em locais onde opções de transporte são limitadas e existem poucos centros de saúde.   

‘Em Moçambique nós estimamos que 2.5 milhões de pessoas podem precisar de apoio; cerca de 17 mil mulheres grávidas irão dar à luz nos centros de saúde nos próximos três meses e 4.700 recém-nascidos sofrerão complicações, aumentando a necessidade de acessibilidade à obstetrícia.” 

Mortes 

Para evitar mortes, o Unfpa apoia formações diversas. Segundo Wojnar centenas de enfermeiras de SMI estão a receber formação através da tecnologia on-line, garantindo que permaneçam atualizadas sobre os mais recentes protocolos e medidas do Covid-19. 

Cerca 6 mil profissionais de saúde e enfermeiras de serviço materno-infantil, SMI, serão treinados por vídeo usando plataformas de aprendizado on-line. Esse treino garante que os enfermeiros de SMI e outros profissionais de saúde possam trabalhar sob as novas restrições do Covid-19. 

Violência  

Para acabar com a Violência Baseada no Género, o Unfpa equipou recentemente seis clínicas móveis com produtos de saúde sexual e reprodutiva para fornecer serviços móveis com vista a responder à violência baseada no gênero nas províncias de Gaza, Manica e Nampula.  

A meta é de atender 2 mil meninas e mulheres por mês.  

*De Maputo para ONU News Ouri Pota.

Unsplash/Agência de Fotos do Macau
Um dos tipos de máscaras recomendado a pessoas que tenham contraído o novo coronavirus.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud