ESPECIAL: Unesco celebra primeiro Dia Mundial da Língua Portuguesa    
BR

4 maio 2020

Comemoração marca nova fase de promoção e projeção do idioma, que foi o primeiro a ser globalizado com as Grandes Navegações portuguesas; chefes de Estado e de governo e secretário-geral da ONU enviaram mensagens ao evento.

Este 5 de maio é o  Dia Mundial da Língua Portuguesa. A celebração global de 2020 marca uma nova etapa: é a primeira que acontece um ano após ser instituída pela Organização das Nações Unidas para Educação Ciência e Cultura, Unesco.

O idioma de vários sotaques e variantes é oficial numa área de mais de 285 milhões de falantes espalhados pelo mundo.

De Cabo Verde, o estudante Lúcio Ferreira disse que a língua já é usada na política e ciência, mas “será certamente a língua do futuro”. Já a estudante Nelita, de Timor-Leste, destaca que o português é um dos mais importantes instrumentos de união: dos timorenses ao mundo e do mundo aos cidadãos do país.

Chefes de Estado e de governo, políticos, organizações da sociedade civil e celebridades juntam-se em evento virtual coordenado com Paris, sede da Unesco.

União

Durante uma década, o Dia da Língua Portuguesa e da Cultura da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, Cplp, era marcado por celebrações enfatizando a quinta língua mais falada no mundo, a terceira mais usada no Hemisfério Ocidental e a maior no Hemisfério Sul.

Em mensagem, de Lisboa, o secretário-executivo da Cplp, Francisco Ribeiro Telles, declarou que o atual momento de crise  pelas incertezas devido à pandemia da covid-19 tem impacto na língua portuguesa.

“A situação de estado de emergência em muitos países, incluindo da Cplp, fez surgir termos até então muito pouco utilizados na linguagem corrente: teletrabalho, distanciamento social, isolamento, confinamento domiciliar, quarentena, casos positivos e vítimas mortais, por exemplo, que passaram a fazer parte das nossas conversas diárias e lideram o catálogo das notícias dos principais meios de comunicação internacionais.”
Ribeiro Telles mencionou o reflexo negativo da pandemia em agendas de diversos setores que foram forçados a reduzir o ritmo de atividades em nações lusófonas.

O primeiro evento global na Unesco destaca a cooperação para projetar o português.  O ministro dos Negócios Estrangeiros e Comunidades de Cabo Verde, Luís Filipe Tavares, elogiou a ação diplomática que culminou com a consagração da data. Até este ano, o país detém a presidência rotativa da Cplp.

“Vamos continuar a trabalhar para que na frente diplomática a língua portuguesa seja uma língua de trabalho das Nações Unidas. Já é língua de trabalho dos países da África Ocidental, na União Africana. Vamos continuar a trabalhar para que seja a língua de trabalho normal das Nações Unidas.”

O chefe da diplomacia cabo-verdiana vê a celebração como afirmação do estatuto internacional e universal do português. 

O primeiro Dia Mundial da Língua Portuguesa marca a primeira vez em que um idioma não oficial é celebrado na Unesco.  

A importância cultural da língua presente nos cinco continentes também acontecerá em eventos programados no bloco lusófono que integra Angola,  Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, Timor-Leste e São Tomé e Príncipe.

Estudantes

A Cplp também destaca a cooperação como outro marco do momento atual.

Nas celebrações em tempos de quarentena e isolamento, a estudante de Angola aponta o português como língua que permite que “falantes de vários idiomas do povo angolano tenham um veículo de comunicação promovendo o desenvolvimento”.

Jaime Bonga de Moçambique celebra o português como língua que “diariamente se renova, diante da diversidade cultural no imenso território”. Sobre o tema, uma estudante de São Tomé e Príncipe comparou o português a “tijolos que, ao longo do tempo, ajudam a construir o percurso de vida e a moldar a personalidade.”

Segundo a Missão do Brasil junto à ONU, o país planeja criar o Instituto Guimarães Rosa, coordenado pelo Ministério das Relações Exteriores. Atividades de promoção e ensino de português são realizadas pelo Instituto da Cooperação e da Língua, Camões, e Instituto da Língua Portuguesa Iilp.

Os eventos para o primeiro Dia Mundial da Língua Portuguesa foram idealizados pela Cplp, o Instituto Camões e a ONU News em Português com o apoio de outras organizações parceiras. 

 

* Parceria com o Camões - Instituto da Cooperação e da Língua, I.P.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

Cabo Verde diz que Dia Mundial da Língua Portuguesa ajuda a projetar a língua

País ocupa presidência rotativa da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, Cplp; Unesco oficializou 5 de maio como Dia Mundial do idioma, na segunda-feira.