ONU marca Dia Internacional em Memória do Desastre de Chernobil
BR

26 abril 2020

Data foi estabelecida pela Assembleia Geral em 2016, 30 anos após o acidente nuclear;  quase 8,4 milhões de pessoas foram afetadas por níveis de radiação na Ucrânia, na Belarus e na Federação Russa.

A explosão na usina nuclear de Chernobyl, em 1986, espalhou uma densa nuvem atômica sobre vastas partes da então União Soviética. 

Cerca de 8,4 milhões de pessoas foram expostas à radiação na Ucrânia, na Belarus e na Rússia.

Ajuda 

Imagem de arquivo de helicóptero sobrevoando local do acidente, Foto ONU/Aiea

Neste 26 de abril, as Nações Unidas marcam o Dia em Memória do Desastre Nuclear, ocorrido em 1986.

O então governo soviético reconheceu a necessidade de ajuda internacional em 1990. No mesmo ano, a Assembleia Geral adotou uma resolução sobre o tema (45/190). O documento pedia  cooperação internacional para ajudar a mitigar as consequências do acidente nuclear.

Em seguida, foi criada uma força-tarefa com agências da ONU para a formação de um fundo de apoio. Desde 1986, o grupo gerido pelo Escritório de Coordenação de Assistência Humanitária, Ocha, iá lançou mais de 230 projetos nas áreas de saúde, segurança nuclear, reabilitação, produção limpa de alimentos, meio ambiente e outros. 

Estratégia 

Uma nova estratégia com base no desenvolvimento das áreas afetadas foi apresentada pela ONU em 2002. 

A decisão de instituir um Dia em Memória do Desastre de Chernobil foi adotada pela Assembleia Geral em 2016. 

No documento, a Assembleia ressaltou as consequências sérias e de longo prazo e os efeitos para as comunidades e territórios afetados. 

Com base na sua nova estratégia de desenvolvimento, a ONU continua atuando comb autoridades e parceiros para apoiar ações de desenvolvimento nas áreas expostas à radiação  pelo desastre nuclear de Chernobil,

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

Teste usando técnica nuclear vai detectar covid-19 em mais de 40 países    

Agência Internacional de Energia Atômica assegura que método é mais sensível para identificar o novo coronavírus; doença teve mais de 750 mil casos confirmados e 36 mil mortes; pedidos de Estados-membros duplicaram nas últimas semanas.