Dia Internacional enfatiza atuação de profissionais de Missões Diplomáticas na ONU
BR

25 abril 2020

Secretário-geral diz que estes representantes mantêm tradição de diálogo e colaboração mesmo em momento da covid-19; celebração em 2020 acontece em paralelo aos 75 anos do aniversário da Conferência de São Francisco.

Pela primeira vez, o papel dos integrantes de missões de governos junto às Nações Unidas é marcado neste 25 de abril. Este ano, o Dia Internacional dos Delegados, como são chamados os profissionais das Missões, coincide com o 75º aniversário da Conferência de São Francisco, cidade americana, que abrigou o nascimento da Carta da ONU.

Para o secretário-geral, António Guterres, a comemoração acontece num momento importante da cooperação internacional. Em mensagem, o chefe da ONU aponta a necessidade de se responder à pandemia da covid-19 com a união de todos, sem estigma e com um foco particular nos mais vulneráveis.

Tradição

Negociações do Pacto Global sobre Migração Segura, Ordeira e Regular, que foi preparado com acompanhamento da ONU., by Foto: ONU/Manuel Elias

Para o chefe das Nações Unidas, os integrantes estão enfrentando esse desafio para representar seus países na organização, adotando novas maneiras de trabalhar e consolidando a forte tradição de diálogo e colaboração.

Guterres defende a continuação dessa parceria, enquanto se realizam esforços para salvar vidas, reduzir o sofrimento humano e construir um mundo mais pacífico, sustentável e equitativo para todos.

Em suas atividades, os delegados participam na negociação de acordos, coordenam posicionamentos com seus países de origem, estabelecem alianças ou outros compromissos como parte do multilateralismo.

Objetivos

Foi para aumentar a consciência sobre o papel desses representantes que “falam e votam em nome de seu país”, em reuniões nas Nações Unidas e outros fóruns, que o dia 25 de abril foi proclamado como o Dia Internacional dos Delegados.
Na resolução 73/286, a Assembleia Geral reconhece o papel destes integrantes de missões para que sejam cumpridos os principais objetivos da ONU.

Entre as metas da organização estão manter a paz internacional, incentivar o respeito pelos direitos humanos e liberdades fundamentais e promover o multilateralismo de forma eficaz.
 

ONU/Evan Schneider
Assembleia Geral reconhece o papel destes integrantes de missões.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

As “mulheres essenciais” na criação da Declaração Universal dos Direitos Humanos

Nações Unidas celebram 70 anos da adoção do documento; conheça mulheres delegadas que defenderam direitos iguais; brasileira fez parte de grupo que advogou com sucesso a igualdade de gênero na Carta da ONU.

Evento lembra brasileira Bertha Luz e outras mulheres pioneiras na criação da Carta da ONU

Diplomata, falecida em 1976, recebeu destaque nos discursos da mesa redonda “Mulheres e Origens das Nações Unidas – Um Legado do Sul”; chefe de gabinete de António Guterres, Maria Luiza Ribeiro Viotti, encerrou encontro como convidada de honra na reunião, ocorrida na terça-feira, na sede da ONU em Nova Iorque.