Chefe da ONU diz que países devem fazer tudo para se preparar contra Covid-19
BR

25 fevereiro 2020

António Guterres fez a declaração durante visita à sede da Organização Mundial da Saúde, OMS, em Genebra; ele elogiou a resiliência dos profissionais da casa na luta contra o ebola na República Democrática do Congo, e agora contra o novo coronavírus.

O secretário-geral das Nações Unidas afirmou que os países devem fazer tudo que estiver a seu alcance para responderem à nova cepa do coronavírus, o Covid-19.

António Guterres visitou a sede da Organização Mundial da Saúde, OMS, nesta segunda-feira durante viagem oficial a Genebra.

Direitos humanos

Ele lembrou que a agência tem trabalhado 24 horas para apoiar os governos afetados, incluindo a China, onde a doença surgiu, na tentativa de conter o vírus.

Guterres afirmou que o Covid-19 está afetando muitos países e que por isso é fundamental que todos se preparem.

O líder das Nações Unidas ressaltou a importância da não-discriminação, do respeito aos direitos humanos e de não-estigmatização.

Segundo ele, o novo coronavírus pode ser contido e vencido, mas se não for feito o necessário para contê-lo, a situação pode ter consequências sérias e afetar a saúde e a economia globais.

Apelo   

António Guterres apelou aos países que assumam suas responsabilidades sabendo que eles podem contar, inteiramente, com o apoio da OMS em seus esforços contra o vírus.

Ao ser perguntado sobre financiamento e as lacunas de apoio financeiro na agência, o secretário-geral disse que a ausência de financiamento não é uma questão inteligente porque a OMS quer justamente ajudar a evitar que a crise se torne um “pesadelo global”.   

Ele pediu aos doadores que façam tudo para financiar os apelos da OMS.

Mensagem

Guterres também foi solicitado por um jornalista a enviar uma mensagem ao povo de Wuhan, na China, onde a nova cepa do coronavírus foi detectada em dezembro passado.

Ele afirmou esperar que as informações recebidas da OMS, após à missão à China, de que os casos estão baixando, desde o início deste mês, possam se manter.

O chefe da ONU notou que muitos na China estão sendo privados de uma vida normal por causa do vírus.

Ele reconheceu o sacrifício das pessoas e disse que estava grato a elas por prestarem um serviço à humanidade evitando que a doença se espalhe.

ACOMPANHE AQUI A PÁGINA DE COBERTURA ESPECIAL SOBRE O NOVO CORONAVÍRUS

Centro de Controle e Prevenção de Doenças
Uma ilustração digital do coronavírus mostra a aparência do vírus em forma de coroa.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud