Secretário-Geral participa de Encontro de Cúpula da União Africana, na Etiópia
BR

8 fevereiro 2020

Tema deste ano é “Silenciando as armas: Criando Condições Adequadas para o Desenvolvimento da África”; medida consta na Agenda 2063 para o continente e visa avançar com a paz e segurança.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, participa neste fim de semana, em Adis Abeba, capital da Etiópia, do encerramento do Encontro de Cúpula da União Africana.

Guterres deve se reunir com vários chefes de Estado e Governo e discutir cooperação entre o bloco regional e as Nações Unidas.

Escritório das Nações Unidas em Adis Abeba, na Etiópia. Foto: ECA/Antonio Fiorente

Esforços

Na pauta, estão os desafios globais mais urgentes e os esforços do continente na área de desarmamento.

Este ano, o tema da Cimeira é “Silenciando as armas: Criando Condições Adequadas para o Desenvolvimento da África”.

A 33ª. sessão anual da União Africana começou em 21 de janeiro com a conferência dos representantes permanente no país.  

As decisões acordadas passaram pelo Conselho Executivo e devem ser endossadas no encerramento do evento, este fim de semana, pelos líderes dos Estados africanos na Assembleia de Chefes de Estado e Governo.

Unmiss/ Isaac Billy
As Nações Unidas consideram que alcançar o objetivo de “silenciar as armas” em África contribuirá significativamente para salvar sucessivas gerações do flagelo da guerra.

Livre comércio

Dentre os temas mais destacados estão a realização de uma Área de Livre Comércio Continental na África, o Tribunal Penal Internacional, e a Estratégia de Transformação Digital da África.

A Cimeira da União Africana deve terminar nesta segunda-feira, 10 de fevereiro.

Em encontros paralelos, os Estados-membros também discutem igualdade de gênero e autonomia das mulheres, a transição do setor de energia, segurança alimentar e nutrição, mudança climática e realidades dos centros urbanos africanos.

Outro tema de relevo é a contribuição do continente para a manutenção da paz e da segurança.

A aprovação da agenda final pelos chefes de Estado e governo será o plano de trabalho da União Africana para o próximo ano.

Após sua participação no Encontro de Cúpula da União Africana, o secretário-geral deve retornar a Nova Iorque, na terça-feira, 11 de fevereiro.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

Chefe da ONU pede que resoluções do Conselho de Segurança sejam respeitadas

Em entrevista a correspondentes, em Nova Iorque, António Guterres afirmou que decisões do órgão são “desrespeitadas antes de a tinta secar”; ele também alertou para perigo de narrativas populistas, tensões e agravamento da pobreza.

Guterres diz que tensões e desaceleração econômica dificultam ação climática

Secretário-geral discursou em encontro do Grupo de Amigos do Clima, em Nova Iorque; chefe da ONU afirmou que Conferência dos Oceanos, que acontece em junho em Lisboa, deve ser usada “para reverter e acabar com o ataque aos ecossistemas e recursos marinhos do mundo.”