Assembleia Geral marca Dia Internacional da Educação com diálogo interativo de alto nível
BR

24 janeiro 2020

Encontro debate papel da educação inclusiva para o desenvolvimento sustentável; Unesco lança plataforma para analisar progresso nesta área e organiza conferência com especialistas mundiais.

Esta sexta-feira, 24 de janeiro, as Nações Unidas marcam o Dia Internacional da Educação, pela segunda vez, com uma série de iniciativas.

A Assembleia Geral organiza, em Nova Iorque, um diálogo interativo de alto-nível sobre educação inclusiva de qualidade e desenvolvimento sustentável.

Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, organiza, em Paris, uma conferência sobre o futuro da educação. Foto: Unesco

Debate

A iniciativa está dividida em dois painéis. O primeiro irá debater a crise da educação, a eficiência das respostas atuais e soluções inovadoras. Na sessão da tarde, serão discutidas prioridades e políticas sobre educação inclusiva.

Já a Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, organiza, em Paris, uma conferência sobre o futuro da educação.

O evento deve destacar as várias formas em como aprender pode empoderar as pessoas, preservar o planeta, construir prosperidade e fomentar a paz.

A diretora-geral da agência, Audrey Azoulay, abre a conferência, que reúne ministros da área da França e Níger e outros especialistas. Azoulay afirmou que a “educação é uma base dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, ODSs, porque, se falhar, toda a estrutura de desenvolvimento cai.”

Progresso

Esta sexta-feira, a agência lança também uma ferramenta online para medir progresso nesta área.

O recurso permitirá que pessoas de todo o mundo possam consultar os progressos dos seus países para alcançar o ODS número 4, sobre educação. A ferramenta estará disponível em sete línguas, árabe, chinês, inglês, francês, espanhol, russo e alemão.

A Unesco também reúne pela primeira vez, na próxima terça e quarta-feira, em Nova Iorque, os pensadores globais nomeados para a iniciativa Futuros da Educação.

Através desta iniciativa, especialistas e pessoas comuns são convidadas a partilhar a sua visão sobre como a educação deve ser em 2050. O relatório final desse trabalho será publicado em novembro de 2021.

Banco Mundial/Sarah Farhat
Alunos participam de aula em uma escola primária em Dar es Salaam, na Tanzânia.

 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

Unicef: 30% das meninas de famílias mais pobres nunca foram à escola

Agência da ONU listou investimentos com educação em 42 países; Brasil, única nação de língua portuguesa analisada, aparece no meio da relação; Unicef diz que falta de acesso à educação é falhar com as crianças e perpetuar a pobreza.

Presidente da Assembleia Geral anuncia prioridades para 2020

Até ao fim de seu mandato, Tijjani Muhammad-Bande dará destaque a paz e segurança, educação, fome zero, ação climática, erradicação da pobreza e inclusão; representante anunciou ainda eventos sobre Cooperação Sul-Sul, iniciativa de combate a fluxos financeiros ilícitos e sessão dedicada aos jovens.