ONU realiza cerimônia em memória das vítimas do terremoto de 2010 no Haiti
BR

17 janeiro 2020

Tributo é liderado pelo secretário-geral, António Guterres, em Nova Iorque; tremor de 7 graus na escala Richter matou mais de 222 mil pessoas incluindo 102 funcionários das Nações Unidas; lista de boinas-azuis, mortos no sismo, inclui 20 brasileiros que serviam na Missão da ONU, Minustah.

Em 12 de janeiro de 2010, um tremor de 7 graus de magnitude, matou mais de 222 mil pessoas incluindo 102 trabalhadores da ONU. Foto: Minustah/Marco Dormino

Funcionários das Nações Unidas reúnem-se, nesta sexta-feira, na sede da ONU em Nova Iorque, para prestar uma homenagem a todos que perderam a vida no terremoto do Haiti, há 10 anos.

Em 12 de janeiro de 2010, um tremor de 7 graus de magnitude, matou mais de 222 mil pessoas incluindo 102 trabalhadores da ONU que serviam na Missão de Estabilização do Haiti, Minustah.

Monumento

Após a cerimônia, o secretário-geral da ONU, António Guterres, deve participar da inauguração de um monumento em memória dos que perderam a vida no terremoto, localizado nos jardins da ONU.

Em mensagem sobre os 10 anos do sismo, António Guterres disse que a data serve para lembrar “as centenas de milhares de haitianos que perderam suas vidas e os milhões afetados gravemente”.

Dentre os funcionários da ONU mortos no terremoto estava o vice-chefe da Missão, o brasileiro Luiz Carlos da Costa. Ao todo, 20 brasileiros perderam a vida no terremoto.

Resiliência

Segundo o secretário-geral António Guterres, na última década, “o Haiti se valeu da resiliência do seu povo e do apoio de muitos amigos para vencer este desastre.”

Ele afirmou que o Haiti “está se esforçando para atingir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, incluindo o reforço das instituições tão cruciais para o bem-estar e para a prosperidade do seu povo.”  

O secretário-geral aproveitou a data para renovar “o compromisso das Nações Unidas em ajudar o Haiti e o seu povo na construção de um futuro melhor.” Ele expressou seus sentimentos a todos que perderam familiares, amigos e entes queridos no terremoto, há 10 anos. 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

Secretário-geral divulga mensagem sobre 10º aniversário do terremoto no Haiti

Tremor em 12 de janeiro de 2010 matou mais de 222 mil pessoas incluindo 102 funcionários da ONU; António Guterres destaca resiliência do povo haitiano e renova compromisso das Nações Unidas com o país caribenho.

ONU expande ajuda alimentar no Haiti para 700 mil pessoas

Cerca de 3,7 milhões de haitianos precisam de apoio, com 1 milhão de pessoas enfrentando situação de fome severa; programa de alimentação escolar fornece refeições para 300 mil crianças anualmente em 1,2 mil escolas.