Passar para o conteúdo principal

ONU no Iraque diz que país não pode pagar preço de rivalidades externas BR

Rua da capital do Iraque, Bagdá
Unami
Rua da capital do Iraque, Bagdá

ONU no Iraque diz que país não pode pagar preço de rivalidades externas

Paz e segurança

Missão das Nações Unidas no país, Unami, condenou o ataque às bases militares dos Estados Unidos nas cidades de Erbil e Anbar; ofensiva foi realizada pelo Irã após a morte de seu comandante militar num ataque americano, na semana passada.

O ataque do Irã a duas bases militares americanas no Iraque apenas servem para escalar o conflito, e mais uma vez, violar a soberania iraquiana.

A declaração consta de um tuíte publicado pela Missão da ONU no Iraque, Unami, horas após a ofensiva do Irã às bases de Erbil e Anbar.

Edifícios destruídos em Multaqa, no Iraque
Edifícios destruídos em Multaqa, no Iraque, Unami

Diálogo

A Unami afirmou que “A violência sem sentido tem efeitos previsíveis”.

A Missão da ONU no Iraque pediu moderação imediata por parte de todos e a retomada do diálogo.

Para a Unami, o Iraque não deve pagar o preço de rivalidades externas.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, emitiu uma nota a líderes de todo o mundo dizendo que tinha uma mensagem simples para eles, que parassem com a escalada, exercessem moderação máxima e que retomassem o diálogo.

Guterres disse ainda que era preciso renovar a cooperação internacional. Na segunda-feira, ele fez um apelo por diálogo e disse que o mundo não pode esquecer do “terrível sofrimento causado por uma guerra”.

O secretário-geral da ONU afirmou que é dever de todos evitar uma guerra no Golfo com a qual o mundo não pode arcar. E finalizou lembrando que são as pessoas que pagam o maior preço nesta equação.