Guterres condena atentado que matou funcionário da ONU no Afeganistão
BR

25 novembro 2019

Secretário-geral enviou condolências à família da vítima fatal e desejou pronta recuperação aos dois feridos no ataque, em Cabul; ele disse que a organização continua comprometida no apoio ao governo e ao povo afegãos.

As Nações Unidas condenaram um ataque a sua Missão no Afeganistão, Unama, ocorrido no domingo, na capital do país, Cabul.

Um funcionário da organização morreu e dois ficaram feridos no atentado.

Paz e desenvolvimento

Segundo agências de notícias, o veículo das Nações Unidas teria sido atingido por uma granada numa rua frequentemente usada pelos funcionários da Unama.

Em nota, emitida pelo seu porta-voz, o secretário-geral, António Guterres, expressou seus pêsames à família da vítima .

Nações Unidas ajudam a implementar outras iniciativas locais em prol da paz.

Ele desejou uma pronta recuperação aos feridos e pediu às autoridades afegãs que não poupem esforços para levar os autores do crime à justiça.

Guterres  afirmou que a ONU continuará comprometida com o apoio ao governo do Afeganistão e ao povo em sua luta por paz e desenvolvimento sustentáveis.

Mortos

O Afeganistão tem registrado altos índices de mortos e feridos no conflito.

A Missão da ONU no país informou que de janeiro a setembro, mais de 8 mil civis foram vítimas da violência sendo o mês de julho o mais sangrento.

A Unama afirmou que não divulgará a identidade do trabalhador morto nem a dos que ficaram feridos. Nenhum grupo, até o momento, assumiu a autoria do ataque.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud