Situação na Bolívia preocupa profundamente chefe da ONU  
BR

11 novembro 2019

Segundo agências de notícias, presidente Evo Morales anunciou sua renúncia neste domingo; chefe da ONU fez apelo para que todos envolvidos se abstenham da violência, reduzam a tensão e exerçam o máximo de contenção.  

Em nota emitida pelo seu porta-voz, o secretário-geral das Nações Unidas disse que continua “profundamente preocupado com a situação na Bolívia”. António Guterres apontou que está acompanhando os desenvolvimentos recentes ocorridos no país, incluindo a renúncia do presidente Evo Morales.   

Devido aos atuais desenvolvimentos na Bolívia, o chefe das Nações Unidas reiterou o apelo a todos os bolivianos para que se abstenham de violência e pediu que as autoridades garantam a segurança de todos os cidadãos, funcionários do governo e estrangeiros. Ele também pede respeito às instituições estaduais e locais, assim como a inviolabilidade das missões diplomáticas.

Secretário-geral pediu para que todas as partes envolvidas cumpram o direito internacional, ONU/Eskinder Debebe

De acordo com agências de noticias, Morales anunciou este domingo que deixaria o cargo que exerce desde 2006.  

Sucessão   

Relatos das agências de notícias também destacam que o vice-presidente Álvaro García Linera, que seria o segundo na ordem de sucessão, também anunciou sua renúncia, assim como a presidente do Senado, Adriana Salvatierra.  O quarto na ordem de sucessão, Victor Borda, presidente da Câmara dos Deputados, também anunciou que deixaria o cargo. 
  
Nas últimas três semanas ocorreram vários protestos no país, contra os resultados das eleições presidenciais que haviam dado a Morales um novo mandato até 2025.    

Solução 

António Guterres fez um apelo para que todos os envolvidos reduzam a tensão e exerçam o máximo de contenção. 
  
O chefe da ONU pediu ainda para que todas as partes envolvidas cumpram o direito internacional, principalmente os princípios fundamentais dos direitos humanos.   
  
O secretário-geral também fez um apelo para que todos os atores se comprometam a alcançar uma solução pacífica para a crise atual e que garantam eleições transparentes e credíveis. 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

ONU preocupada com relatos de violência na Bolívia após eleições

Porta-voz do secretário-geral, Stephane Dujarric, afirmou que Nações Unidas estão acompanhando de perto notícias sobre incidentes violentos; chefe da ONU pediu a todos os bolivianos que demonstrem moderação e espírito cívico.