Guterres expressa “profunda tristeza” em nota sobre morte de Diogo Freitas do Amaral

3 outubro 2019

Jurista e académico de Portugal presidiu a 50ª sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas entre 1995 e 1996; António Guterres homenageia “jurista e académico de renome e um político brilhante, totalmente dedicado à causa pública”.

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, emitiu uma nota de pesar na sequência da morte do ex-presidente da Assembleia Geral da ONU, Diogo Freitas do Amaral.

O chefe das Nações Unidas destaca que recebeu, “com profunda tristeza”, a notícia da morte do professor” e destaca o “intenso contacto que ambos mantiveram no Portugal pós-revolução de abril de 1974." Para Guterres esses diálogos “permitiram apreciar, plenamente, o valiosíssimo contributo do Professor Freitas do Amaral para a vida democrática portuguesa e para a nossa integração europeia.”

Vida Democrática

Diogo Freitas do Amaral ocupou cargos importantes em vários governos de Portugal, incluindo os de vice-primeiro-ministro e de ministro de Negócios Estrangeiros.

Foto ONU/Eskinder Debebe
Freitas do Amaral presidiu a 50ª sessão da Assembleia Geral, entre 1995 e 1996.

De acordo com agências de notícias, o jurista e académico morreu esta quinta-feira, aos 78 anos, deixando viúva e quatro filhos.

O chefe da ONU enaltece o “jurista e académico de renome e um político brilhante, totalmente dedicado à causa pública, que viria a deixar uma fortíssima marca como presidente da Assembleia Geral das Nações Unidas”.

Momento

Diante deste órgão deliberativo, Guterres diz que o académico valorizou “de forma muito significativa a imagem e influência de Portugal”, o que o atual chefe da ONU pôde, na altura, constatar como primeiro-ministro do país.

A nota termina com condolências à “mulher e a todos os membros da família do professor Freitas do Amaral” pelo momento doloroso.

Foto ONU/Milton Grant
Freitas do Amaral, enquanto presidente da Assembleia Geral, preside às comemorações do Dia Mundial do HIV/Aids

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud