Em entrevista, presidente de Portugal destaca mudança climática, migração e poder da juventude
BR

24 setembro 2019

Em entrevista à ONU News, Marcelo Rebelo de Sousa falou sobre clima, migração, a importância da juventude, e citou a ativista Greta Thunberg; o chefe de Estado também destacou a importância da língua portuguesa na comunidade internacional.   

O presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou que sua mensagem à Assembleia Geral este ano é centrada na urgência de uma resposta às mudanças climáticas. Para ele, este é o grande tema da 74ª sessão da Assembleia Geral.

Na tradicional entrevista à ONU News, durante o debate geral, Rebelo de Sousa lembrou a força da onda de “mobilização universal” pelo clima e elogiou o secretário-geral por ter feito do tema uma de suas prioridades.

Juventude

Marcelo Rebelo de Sousa também falou sobre o poder da juventude, dizendo que os jovens dominam todos os continentes em níveis social, demográfico, econômico e político.

Os jovens estão impressionando de forma brutal. Viu-se aqui, Greta Thunberg. Como ela disse ‘eu exijo, nós exigimos’.  Não é nós esperamos, nós gostaríamos, nós proporíamos, nós sugeriríamos. Não. Porque é uma visão intergeracional, que pensa no futuro mais do que apenas no presente. E os políticos não podem ignorar isso. Não podem ignorar sua renovação. Os sistemas políticos terão que se rejuvenescer nas suas estruturas.”

Os sistemas políticos terão que se rejuvenescer nas suas estruturas.

Migração

Sobre a questão de migrantes e refugiados na Europa, o presidente afirmou que seu país pretende manter a política de portas abertas.

“Portugal e um país de imigração, portanto com que autoridade moral é possível dizer apoiem nossos imigrantes, mas nós não recebemos os imigrantes dos outros?”

O presidente defendeu ainda importância do multilateralismo, dizendo que a “Europa tem de perceber que posições unilaterais não resolvem problemas multilaterais.”

ONU News
O presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa discursou no Encontro de Cúpula sobre Ação Climática, que acontece na sede da ONU.

Conferência dos Oceanos

Marcelo Rebelo de Sousa destacou também o papel da língua portuguesa na comunidade internacional e a Conferência dos Oceanos, que Portugal organiza em Lisboa em 2020 com o Quênia.

“Foi isso que criou o mundo que fala a mesma língua, foram os oceanos. Vejam que é uma comunidade que todos os países são banhados por oceanos, todos. Isso não acontece com outras comunidades.”

O líder português falou sobre ainda a proteção da biodiversidade, a pesquisa científica e o aprofundamento econômico, com respeito a dimensão social e humana, como a resposta global para resolver problemas globais.

ONU News
Secretário-geral da ONU, António Guterres, com o presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa

 

 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

Dia 1 - 74ª sessão da Assembleia Geral da ONU

Na segunda-feira, mais de 80 líderes mundiais subiram ao pódio da sala da Assembleia Geral para apresentar os seus compromissos para combater a mudança climática. Na terça-feira, discursam na sala da Assembleia Geral os presidentes de Angola, Brasil e Portugal. 

Portugal diz que vai reduzir pela metade emissões de CO2 até 2030

Chefe de Estado português, Marcelo Rebelo de Sousa, anunciou a medida no Encontro de Cúpula sobre Ação Climática; país também quer alcançar eficiência energética de 35% e produzir 80% da eletricidade a partir de fontes renováveis na próxima década.