Agência da ONU afirma que Sistema Único de Saúde do Brasil representa conquista democrática
BR

5 agosto 2019

Representante da OPAS no Brasil disse que SUS “tem raízes em valores e princípios intrinsecamente ligados ao que representa a democracia; especialista participou da abertura da 16ª Conferência Nacional de Saúde.

A representante da Organização Pan-Americana da Saúde, Opas, no Brasil, Socorro Gross, afirmou neste domingo que o Sistema Único de Saúde, SUS, representa uma conquista democrática para o país.

A especialista participou em Brasília da abertura da 16ª Conferência Nacional de Saúde, evento dedicado à participação social na gestão da saúde pública.

A Opas trabalha com Brasil, Cuba e outros países das Américas para ajudá-los a cumprir metas de saúde. Foto: OMS/Opas

SUS

Para Gross, “o SUS é a concretização do direito da população brasileira a ter uma vida melhor, mais justa, mais digna, mais feliz.” Ela acrescentou que o sistema “é resultado de um importante processo democrático, que reconhece que todas e todos podem realizar o seu direito ao mais alto padrão possível de saúde.”

Em 2019, o tema da Conferência Nacional de Saúde é “Democracia e Saúde”. O evento é organizado pelo Conselho Nacional de Saúde, CNS, e realizado pelo Ministério da Saúde.

A especialista acredita que “além de ser um dos maiores, mais complexos e mais invejados sistemas públicos de saúde do mundo, o SUS tem raízes em valores e princípios intrinsecamente ligados ao que representa a democracia: a proteção dos direitos humanos fundamentais.”

Sistemas de Saúde

A representante da OPAS contou que teve a oportunidade de trabalhar em vários países das Américas e conhecer diversos sistemas de saúde. Na avaliação de Gross, o SUS tem um diferencial na comparação com outras redes nacionais por promover a participação social, considerada por ela o alicerce para a saúde universal.

A 16ª Conferência Nacional de Saúde lembra a oitava edição do evento, realizada em 1986, que foi responsável por definir as bases para o estabelecimento do SUS na Constituição de 1988.

O relatório final da conferência será usado na elaboração do Plano Plurianual 2020-2023 e do Plano Nacional de Saúde.

 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

Brasil recebeu mais de 61 mil pedidos de refúgio de venezuelanos em 2018

Em 2018, país recebeu 80.057 solicitações de refúgio de estrangeiros; pesquisa mostra ainda que Brasil acumula mais de 160 mil pedidos de refúgio em análise, feitos em 2018 e em anos anteriores.

ONU anuncia desaceleração econômica para América Latina e o Caribe e crescimento de 0.8% para Brasil

Maior incerteza e complexidade a nível internacional e baixos níveis de investimento, exportações e consumo são as principais causas; agência da ONU também destaca aumento dos déficits e dívida pública.