Mais dois monumentos de Portugal integram Lista do Património Mundial da Unesco

7 julho 2019

Real Edifício de Mafra e Santuário do Bom Jesus do Monte em Braga foram classificados este domingo em Baku; Comité do Património Mundial aprova alargamento do Sítio Universidade de Coimbra - Alta e Sofia.

O Real Edifício de Mafra e o Santuário do Bom Jesus do Monte em Braga, de Portugal, estão na Lista do Património Mundial da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco.

A decisão foi tomada este domingo na 43ª Sessão do Comité do Património Mundial, que é realizada até quarta-feira em Baku, no Azerbaijão. 

Coimbra

Santuário do Bom Jesus do Monte em Braga. Foto: © João Paulo Sotto Mayor

No evento também foi aprovado o alargamento do “Sítio Universidade de Coimbra - Alta e Sofia” para passar a incluir o Museu Nacional Machado e Castro. O local foi inscrito na Lista do Património Mundial em 2013.

O Real Edifício de Mafra que engloba o Palácio, a Basílica, o Convento, o Jardim do Cerco e a Tapada é tido como uma das mais magnificentes obras do rei D. João V e tornou-se atração pelas “privilegiadas condições culturais e económicas em relação a outras monarquias europeias”.

A obra foi concebido em 1711 envolvendo o arquiteto alemão Johann Friedrich Ludwig, sendo considerada “uma das mais notáveis realizadas pelo monarca por ilustrar o poder e o alcance do Império Português”. 

Segundo a Unesco, João V adotou modelos arquitetónicos e artísticos barrocos romanos e italianos e encomendou obras de arte que tornam Mafra “um exemplo excecional do barroco italiano”.

Santuário do Bom Jesus

Outra deliberação do Comité foi a inscrição do Santuário do Bom Jesus do Monte em Braga na na Lista do Património Mundial da Unesco.

O santuário em arquitetura barroca foi desenvolvido durante mais de 600 anos e ilustra a tradição europeia de criar montanhas sagradas, promovida pela Igreja Católica no Concílio de Trento no século XVI, em reação à Reforma Protestante. 

O complexo do Bom Jesus é inspirado no Caminho da Cruz, que leva até a encosta oeste do monte e inclui uma série de capelas que abrigam esculturas que evocam a Paixão de Cristo, além de fontes, esculturas alegóricas e jardins formais. 

O trajeto culmina na igreja, que foi construída entre 1784 e 1811, onde edifícios de granito têm fachadas de gesso caiadas de branco, emolduradas por rochas. 

Elementos 

O local exibe ainda ainda a célebre Escadaria dos Cinco Sentidos, com paredes, degraus, fontes, estátuas e outros elementos ornamentais pelas quais é considerada “a obra barroca mais emblemática da propriedade”.

Portugal conta agora com 17 locais inscritos na Lista do Património Mundial da Unesco que no total tem 1.092 sítios em 167 países.  
 

© CMM/ALTHUM
Órgãos da Basílica de Mafra em Portugal

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

ESPECIAL: Inclusão de Paraty e Ilha Grande em lista de Patrimônio Mundial da Unesco

Especialistas destacam reconhecimento da “importância da relação entre o homem e a natureza”; região é a primeira no Brasil a integrar patrimônio natural e cultural ao mesmo tempo; para Unesco, área “realmente tem um valor excepcional”.

Local de nascimento de Jesus sai da Lista do Patrimônio Mundial em Perigo

Comitê da Unesco elogia qualidade do trabalho realizado para restaurar a Igreja da Natividade em Belém; em 2012, local também foi inscrito na Lista do Patrimônio Mundial.