Nações Unidas destacam igualdade de gênero em Dia do Marinheiro

25 junho 2019

Número de mulheres nesta indústria representa somente 2% do número de homens; em entrevista à ONU News, a especialista da OMI Sandra Rita Allnutt lembrou seu percurso na área marítima.

Esta terça-feira, 25 de junho, marca o Dia do Marinheiro. Em 2019, o tema do dia é “Estou a bordo com a igualdade de gênero”.

Em nota, a Organização Marítima Internacional, OMI, diz o dia “é uma oportunidade para destacar oportunidades para as mulheres, bem como contribuições que já estão fazendo, em uma ampla gama de profissões e carreiras marítimas.”

Percurso

Em entrevista à ONU News, a especialista da OMI Sandra Rita Allnutt afirmou que o número de mulheres que trabalham nesta indústria é somente 2% do número de homens.

Falando a partir de Londres, Sandra Rita Allnutt lembrou o seu percurso nesta área.

“Quando eu decidi entrar para a área marítima, tinha 12 anos e era uma coisa quase como um sonho, era algo totalmente irreal se imaginar uma mulher engenheira naval, trabalhando na área de projetos de construção de navios. Da mesma forma como na época era inimaginável uma mulher trabalhando a bordo dos navios, chegando a ser por exemplo capitão ou uma engenheira de máquinas. E hoje em dia não, porque a mulher vem quebrando muitas barreiras.”

Preconceito

Sandra Alnutt diz, no entanto, que ainda é importante falar sobre a desigualdade de gênero, porque “ainda existe muito preconceito.”

“Uma mulher a bordo, viajando por meses, com um grupo enorme de homens, que vai haver problemas, que vai haver falta de respeito. Mas eu posso falar para você que é o mesmo que em um escritório, a diferença é que você vive a bordo. A mulher tem condições, por ser forte emocionalmente, por viver todas as dificuldades de estar a bordo. Eu creio que os homens hoje em dia já reconheçam também o valor e a importância da mulher. Acredito que qualquer navio que tenha parte do staff do navio feminino não é mais problema hoje em dia.”

Campanha

O Dia Marítimo Mundial, marcado a 24 de setembro, também abordará este assunto, tendo como lema “Empoderando Mulheres na Comunidade Marítima.” A OMI diz que “é claro que este tema tem uma ressonância forte e de longo alcance.”

Como em anos anteriores, a campanha será centrada nas redes sociais. A hashtag da campanha é # IAmOnBoard e pode ser usado por qualquer pessoa para mostrar sua solidariedade pela igualdade de gênero na navegação.

Como parte da campanha, as pessoas podem enviar propostas sobre o que pode ser feito sobre este tema. Numa página criada para este dia, podem ser vistas as respostas dos outros participantes.

 

 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema