Na Guiné-Bissau, organizações internacionais pedem nomeação urgente de um novo primeiro-ministro

24 maio 2019

Comunicado apela ao respeito dos resultados eleitorais “como uma expressão da vontade soberana do povo”; grupo expressa preocupação com a falta de nomeação chefe de governo mais de dois meses após eleições legislativas.  

O grupo de cinco organizações internacionais envolvidas no processo de consolidação da paz na Guiné-Bissau, chamado P5, pediu a nomeação urgente de um novo primeiro-ministro e a formação de um novo governo no país.

Uma nota publicada esta sexta-feira, em Bissau, defende que a data das eleições presidenciais também deve ser marcada para 2019.

Resultado

O coletivo integra a União Africana, a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, Cplp, e a Comunidade Econômica dos Estados da África Ocidental, Cedeao, a União Europeia e as Nações Unidas.

Com a declaração das eleições legislativas de 10 de março como "credíveis e transparentes", o P5  sublinha que “todos os partidos e atores políticos devem respeitar os resultados eleitorais como uma expressão da vontade soberana do povo da Guiné-Bissau”.

O pedido feito aos atores políticos é que possam “abdicar dos seus interesses privados ou partidários" e trabalhar em conjunto e de maneira construtiva para o bem do país.

Impasse

Sobre o clima de tensão após “desacordos sobre a eleição dos membros da Mesa da Assembleia Nacional Popular”, o apelo aos envolvidos é que se empenhem no diálogo construtivo para encontrar uma solução para o atual impasse, a fim de finalizar a constituição da mesa” do Parlamento guineense.

Mais de dois meses após a realização das eleições legislativas, o grupo disse estar preocupado com a falta de nomeação de um novo primeiro-ministro com base nos resultados eleitorais.

O P5 reitera ainda que está determinado “a continuar a apoiar e ajudar o novo governo e o povo nos seus esforços para consolidar a sua democracia nascente a promover a paz e a prosperidade”.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

Guiné-Bissau: reconciliação, drogas, mulheres, justiça, crianças e mudança climática

Cerca de 20 anos depois da chegada da missão das Nações Unidas à Guiné-Bissau, a ONU News publica uma série especial sobre o país. Nas próximas semanas, conheça os esforços de reconciliação nacional, saiba como as mulheres estão participando no diálogo político e como se melhora o acesso à justiça. Saiba mais sobre o combate ao tráfico de droga no país,  o drama das crianças talibé e como as mudanças climáticas estão atingindo o território.  Esta série tem o apoio do Uniogbis e do Pnud Guiné-Bissau

Missão política da ONU saúda “eleições pacíficas e com orgulho cívico” na Guiné-Bissau

Comissão Nacional de Eleições disse que escrutínio decorreu sem grandes problemas; para alto funcionário da ONU, presença da organização vai continuar após fecho da missão política prevista para 2020; resultados preliminares são esperados na segunda-feira. *