Pelo Dia Internacional dos Soldados de Paz, ONU homenageia mais de 1 milhão de boinas-azuis

24 maio 2019

A sede das Nações Unidas acolhe esta sexta-feira uma cerimônia para homenagear homens e mulheres que integram missões; em mensagem, Guterres lembra que, desde 1948, mais de 3,8 mil funcionários pagaram o preço mais alto.

A sede das Nações Unidas acolhe esta sexta-feira uma série de eventos para marcar o Dia Internacional dos Soldados de Paz.

O tema da data desse ano, marcada oficialmente a 29 de maio, é Protegendo civis, protegendo a paz.

Eventos

O secretário-geral participa, pela manhã, em uma cerimônia para depositar uma coroa de flores em homenagem aos soldados de paz falecidos em serviço.

António Guterres discursa também na entrega da medalha Dag Hammarskjold. Depois, pela primeira vez, será entregue a medalha Capitão Mbaye Diagne.

Com essa distinção, as Nações Unidas prestam homenagem ao soldado Chancy Chitete, um malauiano que serviu na República Democrática do Congo e morreu quando tentava salvar a vida de um colega soldado de paz. Os seus familiares vão receber a medalha.

Mensagem

Em mensagem sobre o dia, o secretário-geral disse que a data serve para homenagear “mais de um milhão de homens e mulheres que serviram como forças de paz das Nações Unidas desde a primeira missão em 1948.”

A data também serve para lembrar “os mais de 3,8 mil funcionários que pagaram o preço mais alto” e expressar “a mais profunda gratidão aos 100 mil civis, forças policiais e militares de manutenção da paz presentes em todo o mundo hoje.”

Este ano, as Nações Unidas marcam 20 anos desde que o Conselho de Segurança aprovou o primeiro mandato de uma missão de manutenção da paz para proteger civis. Guterres disse que “as forças de paz protegem homens, mulheres e crianças da violência todos os dias, muitas vezes com grande risco pessoal.”

ONU/Eskinder Debebe
O Secretário-Geral da ONU cumprimenta Lachel Chitete Mwenechanya, a viúva do soldado Chancy Chitete, ex-agente da paz da ONU, do Maláui.

Esforço

O chefe da ONU afirmou que “a manutenção da paz da ONU é um investimento vital na paz e segurança globais”, mas lembrou que “isso exige um forte compromisso internacional.”

É por isso que as Nações Unidas lançaram a iniciativa “Ação pela Manutenção da Paz”, para tornar as missões mais fortes, seguras e adequadas para o futuro.

Guterres terminou a sua mensagem dizendo que “para milhões de pessoas em situações afetadas por conflitos pelo mundo, a manutenção da paz é uma necessidade e uma esperança.”

O secretário-geral pediu ainda que os Estados-membros trabalhem juntos “para tornar a manutenção da paz mais eficaz na proteção das pessoas e no avanço da paz.”

 

Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News 

Baixe o aplicativo/aplicação para  iOS ou Android

Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

Soldado de paz do Maláui recebe distinção mais elevada da ONU a título póstumo

Secretário-geral da ONU vai entregar a “Medalha Capitão Mbaye Diagne por Coragem Excecional” à família do boina-azul Chancy Chitete; cerimônia de reconhecimento será realizada na sexta-feira em Nova Iorque.