Iêmen: retirada de houthis de portos “correu de acordo com os planos estabelecidos”

12 maio 2019

Especialistas da ONU monitoraram portos de Hodeida, Salif e Rass-Issa; chefe do Comitê de Coordenação anuncia consultas com as partes sobre o início das próximas etapas.

As Nações Unidas informaram neste domingo que o primeiro dia da retirada de forças do movimento houthi Ansar Allah, de três grandes portos do Iêmen, “correu de acordo com os planos estabelecidos”. 

Segundo a Missão da ONU de Apoio ao Acordo de Hodeida, Unmha, os portos de Hodeida, Salif e Rass-Issa já foram monitorados por grupos das Nações Unidas. A guarda costeira iemenita assumiu a responsabilidade pela segurança desses locais.

Verificação

Após a retirada da oposição dessa áreas, no sábado, o foco das atividades nos próximos dias será a remoção de qualquer presença militar e ações de desminagem nos portos. A primeira verificação da ONU está prevista para a terça-feira. 

De acordo com o presidente do Comitê de Coordenação de Reinstalação, tenente-general Michael Lollesgaard, este é "um passo inicial que deve ser visto como a primeira parte do conceito acordado para a fase 1, da distribuição mais ampla em Hodeida, segundo o Acordo de Estocolmo". 

Consultas

O governo do Iêmen comprometeu-se a entregar a sua parte da fase 1 quando for solicitado pelas Nações Unidas. Atualmente, estão em andamento consultas com as partes sobre o início das próximas fases.

A cidade de Hodeida foi marcada por confrontos entre as forças do governo e os combatentes da oposição houthi. 
O porto local serve de entrada para a ajuda humanitária para beneficiar milhões de pessoas que dependem de assistência internacional.

Neste vídeo, saiba da atuação da luso-brasileira Silvia Carvalho na nova missão da ONU no Iêmen.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud