Para empoderar jovens, Cabo Verde prioriza pessoas mais necessitadas e igualdade de gênero

11 abril 2019

Em entrevista à ONU News, secretário de Estado da Juventude destacou iniciativas na área da formação profissional e apoio ao empreendedorismo; Carlos Monteiro foi um dos participantes do Fórum da Juventude esta semana nas Nações Unidas.

Cabo Verde destacou na sede das Nações Unidas, em Nova Iorque, medidas para empod­­­erar os jovens do país lusófono.

Em entrevista à ONU News, o secretário de Estado da Juventude do país, Carlos Monteiro, apontou as principais iniciativas que o governo cabo-verdiano tem desenvolvido.

Iniciativas

Destaque ONU News Especial - secretário de Estado da Juventude de Cabo Verde, by ONU News

“A nossa intervenção enfatizou como temos estado a conseguir financiar projetos a nível de empreendedorismo, a nossa reforma, que é muito ambiciosa, do sistema educativo, a criação do Plano Nacional de Cuidados, tudo medidas que pensamos vão de encontro às preocupações que são hoje encaradas a nível global, empoderamento dos jovens, criando empregos decentes para os jovens, mas também tendo em conta a questão da inclusão social. Não deixar para trás os que têm menos recursos e também ter muito presente a questão da equidade do gênero, na criação desses empregos e dessas oportunidades.”

O secretário de Estado cabo-verdiano esteve em Nova Iorque para participar no Fórum da Juventude do Conselho Económico e Social, Ecosoc, das Nações Unidas, que aconteceu esta semana.

Agenda 2030

O representante mencionou ainda o aumento da oferta a nível da formação profissional e a introdução da gratuidade do ensino.

Carlos Monteiro explicou que, neste momento, o ensino é gratuito até ao 8º ano. A partir de setembro de 2019 passará a medida será alargada ao 10º e no ano letivo que começará em 2020 será gratuito até ao 12º ano.

O representante cabo-verdiano explicou que a aposta na formação pretende que os jovens “no futuro possam abraçar o seu projeto de vida estando já devidamente capacitados.”

Uma educação de qualidade é o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável, ODS, número 4. Segundo esta meta, até 2030, é preciso garantir que todas as meninas e meninos completam o ensino primário e secundário que deve ser de acesso livre, equitativo e de qualidade, e que conduza a resultados de aprendizagem relevantes e eficazes.

Diáspora

Cabo Verde tem projetos para combater a seca, by Governo da Paraíba/Divulgação

O secretário de Estado explicou que o trabalho com os jovens também é feito na diáspora. Cabo Verde tem mais cidadãos e descendentes de cabo-verdianos vivendo no estrangeiro do que no seu território.

Carlos Monteiro disse que é “uma grande preocupação” reforçar os laços com a diáspora jovem, pessoas de segunda e terceira gerações que provavelmente “têm uma ligação menos forte do que os pais e avós têm com Cabo Verde.”

“Temos estado a tentar conectar-nos com os jovens nos diferentes espaços da diáspora, sobretudo aqui nos Estados Unidos e na Europa, onde temos as nossas maiores comunidades. É criar programas que os incentivem a participar no desenvolvimento de Cabo Verde. É também vir aqui mostrar-lhes o que está a acontecer efetivamente em Cabo Verde, porque nós temos a noção de que temos uma comunidade jovem muito ambiciosa, muito participativa nos países de integração e nós queremos fazer com que esse sucesso que eles têm nos diferentes países seja transportado para o desenvolvimento de Cabo Verde. Nós sabemos que eles querem fazer isso, só temos de criar o caminho certo e o instrumento certo para que possam participar.”

Um dos exemplos dados pelo secretário de Estado foi o programa Startup Jovem, que promover o empreendedorismo e está aberto a jovens da diáspora que tenham cidadania cabo-verdiana.

 

 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

Destaque ONU News Especial - secretário de Estado da Juventude de Cabo Verde

Neste Destaque ONU News Especial, a ONU News entrevista o secretário de Estado da Juventude de Cabo Verde. Carlos Monteiro fala sobre educação, empreendedorismo e igualdade de género. Também explica como o país quer melhorar a cooperação entre os países lusófonos e como está a ajudar as vítimas do ciclone Idai em Moçambique.

Cabo Verde propõe fundo de empreendedorismo para jovens da Cplp

Objetivo é financiar projetos de jovens com impacto nas suas comunidades, secretário de Estado da Juventude está em Nova Iorque para participar no Fórum da Juventude nas Nações Unidas.