Secretário-geral visita acampamento de refugiados palestinos na Jordânia

7 abril 2019

António Guterres esteve no acampamento Baqa'a, onde vivem quase 120 mil refugiados da Palestina; chefe da ONU destacou importância de continuar a financiar os serviços vitais que a Unrwa. 

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, visitou o acampamento Baqa'a na Jordânia, onde vivem quase 120 mil refugiados da Palestina. 

O chefe da ONU falou com refugiados e funcionários da Agência da ONU de Assistência aos Refugiados Palestinos, Unrwa, que trabalham neste campo.

Unrwa presta ajuda humanitária a 5,4 milhões de refugiados da Palestina em todo o Oriente Médio. , by UNRWA

Interação 

Guterres conheceu estudantes do parlamento estudantil, representantes de acampamentos, incluindo mulheres, e encontrou alunos durante aulas sobre direitos humanos e ciência.

Durante uma visita a uma escola no campo, o secretário-geral destacou a importância de continuar a financiar os serviços vitais que a Unrwa oferece a milhões de refugiados palestinos na Cisjordânia, Jerusalém Oriental, Gaza, Jordânia, Líbano e Síria.

Guterres disse que as histórias que ouviu “foram muito convincentes, tanto para mostrar a força e a coragem dos refugiados palestinos, quanto para transmitir a preocupação com o futuro”. 

O chefe da ONU disse que ficavam consigo “as palavras de esperança e determinação de homens e mulheres, jovens e velhos.”

Dificuldades

Em nota, a Unrwa disse que enfrentou “o seu maior desafio financeiro em 2018, depois da decisão dos Estados Unidos de cortar US$ 300 milhões de seu financiamento para a Agência.”

Uma campanha global, combinada com medidas internas de poupança, permitiu à agência superar completamente o déficit de US$ 446 milhões esperado 2018.

Guterres também ouviu as histórias de um grupo de mulheres de várias origens.

A co-fundadora da livraria on-line Jamaloon, Rima Al-Sallal, contou como o grupo  começou a a vender livros a partir de uma casa e hoje são “uma das maiores livrarias on-line do Oriente Médio e é hora de retribuir à UNRWA.” O grupo tem várias iniciativas para ajudar a agência.

Grupo de crianças em campo de verão da Unrwa. , by Unrwa/Hiba Kreizim

Discussão

O comissário-geral da Unrwa, Pierre Krahenbuhl, juntou-se ao secretário-geral numa discussão com um grupo de jovens que promovem uma cultura de respeito e tolerância e desempenham um papel positivo nas escolas e na comunidade.

Krahenbuhl repetiu o compromisso de manter os 122 mil estudantes da Unrwa na Jordânia na escola este ano e disse que a Agência está realizando esforços importantes para reabilitar e melhorar as escolas. 

Krahenbuhl disse que “nada ilustra o sucesso de um refugiado palestino como a conquista acadêmica.” Para ele, “manter a educação é como dar a estes jovens homens e mulheres um passaporte que os torna cidadãos globais.”

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud