Iraque: Guterres lamenta perda de vidas em ferryboat em celebrações do Nowruz

22 março 2019

Agências internacionais adiantam que 94 pessoas morreram; passageiros iam para uma ilha do rio Tigre celebrar o primeiro dia da primavera; ONU expressa sua solidariedade às pessoas mais próximas das vítimas.

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, expressou o seu pesar pela “trágica perda de vidas” na sequência do naufrágio de um ferryboat no rio Tigre, perto da cidade iraquiana de Mossul.

Em nota emitida pelo seu porta-voz, Stèphane Dujarric, o chefe da ONU estende as suas condolências às famílias das vítimas, ao governo e ao povo do Iraque e deseja aos feridos uma rápida recuperação.

Solidariedade

A representante especial do secretário-geral para o Iraque afirmou que esta é uma "tragédia terrível" e expressou a sua solidariedade “com as famílias e amigos parentes das vítimas."
​​​​Foto ONU/ Cia Pak

A tragédia aconteceu no feriado de Nowruz, quando muitos no Iraque comemoram o primeiro dia da primavera.

O secretário-geral transmitiu ainda a solidariedade das Nações Unidas com o Iraque, bem como “a sua disponibilidade para apoiar os esforços de assistência nacional, conforme necessário.”

De acordo com agências de notícias, 94 pessoas perderam a vida neste acidente. A maioria das vítimas eram mulheres e crianças. O Ministério do Interior do país estima que perto de 200 pessoas estivessem a bordo.

A embarcação dirigia-se a uma ilha turística situada no rio Tigre como parte das comemorações do ano novo e do primeiro dia da primavera, o Nowruz.

Responsabilidade

Ainda segundo os relatos das agências, o primeiro-ministro do país, Adel Abdul Mahdi, já deu ordens para uma investigação "para determinar as responsabilidades".

Em um comunicado, Mahdi disse que está a acompanhar esta situação "com dor e tristeza" e ordenou "todos os esforços do Estado" para continuar a procurar sobreviventes e tratar as vítimas. O chefe de governo declarou ainda

três dias de luto nacional.

Também a representante especial do secretário-geral para o Iraque, Jeanine Hennis-Plasschaert, afirmou que esta é uma "tragédia terrível" e expressou a sua solidariedade “com as famílias e amigos parentes das vítimas."

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

Guterres destaca papel da Cooperação Sul-Sul na eliminação da pobreza

Secretário-geral explica importância desta parceria para implementação do Acordo de Paris sobre alteracões climáticas; ONU quer reforço da cooperação para reduzir desigualdades; conferência internacional decorre em Buenos Aires, na Argentina.

OMS calcula que 13 milhões de pessoas precisam de assistência médica na Síria

Altos custos de transporte, insegurança e estradas bloqueadas impedem movimento de pacientes; cobertura vacinal continua fraca apesar da imunização em massa apoiada pela agência.