ONU oferece bolsas para jovens jornalistas cobrirem Assembleia Geral   

22 março 2019

Vencedores trabalharão a partir de Nova Iorque entre 15 de setembro a 5 de outubro de 2019; candidaturas abertas para cidadãos de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste. 

O Departamento de Comunicação Global das Nações Unidas abriu vagas para o Programa de Bolsas para Jornalistas “Memorial Reham Al-Farra.”

Os candidatos selecionados terão a oportunidade de cobrir o debate anual da Assembleia Geral da ONU, em Nova Iorque.

Critérios

Os candidatos selecionados terão a oportunidade de cobrir o debate anual da Assembleia Geral da ONU, em Nova Iorque.ONU/Loey Filipe.

O Programa acontecerá entre 15 de setembro e 5 de outubro de 2019. Podem candidatar-se jornalistas com idade entre 22 e 35 anos, fluentes em inglês oral e escrito e com um passaporte válido por pelo menos seis meses a partir do início do programa.

Este programa destina-se aos candidatos nacionais de países em desenvolvimento ou de economias em transição, conforme definido pelo Departamento de Assuntos Económicos e Sociais das Nações Unidas, Desa, como é o caso de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste.

A ONU financiará as despesas das passagens aéreas de ida e volta para Nova Iorque e os custos com alimentação e alojamento.

Experiências

O Programa de Bolsas para Jornalistas Memorial Reham Al-Farra é uma oportunidade para jovens jornalistas observarem de perto a ONU em ação, entrevistarem altos funcionários da Organização e partilharem experiências com pessoas oriundas de todo o mundo.

Nos anos anteriores, os bolseiros reuniram-se com o secretário-geral, António Guterres, com a presidente da Assembleia Geral e com representantes permanentes junto das Nações Unidas.

Os jornalistas selecionados também terão a oportunidade de visitar as redações de órgãos de comunicação social como o New York Times, o Democracy Now! e a rádio WYYC.

Desde a sua fundação em 1981, a bolsa já foi concedida a 596 jornalistas de 168 países. As candidaturas poderão ser feitas aqui até 15 de abril de 2019.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

OMI reforça programa que promove igualdade de género

Agência da ONU quer dar mais visibilidade ao programa “Mulheres na Marinha” e lança novo logotipo; número de mulheres formadas aumentou de forma constante nos últimos anos; estão previstas várias atividades para 2019.

ONU oferece bolsas a jornalistas de África e da América do Sul

Profissionais do Brasil, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe podem concorrer; selecionados terão oportunidade de acompanhar a 74ª sessão da Assembleia Geral da ONU.