Após eleições, ONU pede que interesses da Guiné-Bissau sejam colocados acima de questões pessoais

14 março 2019

Comissão Nacional de Eleições anunciou resultados na quarta-feira; guineenses escolheram no domingo os novos deputados da Assembleia Nacional; missão política  da ONU espera que Parlamento funcione e com maior presença de mulheres. 

O representante especial adjunto do secretário-geral da ONU no país, David Mclachlan-Karr, pediu esta quinta-feira que “os novos eleitos é que coloquem os interesses da Guiné-Bissau acima de quaisquer outras considerações pessoais.”

Na quarta-feira, a Comissão Nacional de Eleições, CNE, anunciou os resultados provisórios das eleições legislativas de domingo, que deram a vitória ao Partido Africano para a Independência da Guiné-Bissau e Cabo Verde, Paigc.

Uma eleitora deposita seu voto em eleições para a Assembleia Nacional. Foto: Alexandre Soares

Resultados

Sobre a votação, o representante disse que “foi uma eleição bem organizada com uma participação cívica extraordinária.” Segundo a CNE, houve 15,3% de abstenção.

Mclachlan-Karr afirmou que “os guinneenes votaram para um novo Parlamento” e que espera que essa nova Assembleia “venha a ter melhor paridade de género.”

O representante explicou que “é importante ter um Parlamento a funcionar e que possibilite que os cidadãos tenham acesso aos serviçoes essenciais como a saúde e a educação.”

Governo 

A CNE deve publicar os resultados definitivos nos próximos 10 dias. Depois desse anuncio, o presidente do país, José Mário Vaz, deve convidar um partido a formar governo.

O Escritório Integrado da ONU para a Consolidação da Paz na Guiné-Bissau, Uniogbis, foi estabelecido em 1999 e deve ser encerrado no final de 2020.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

Agências da ONU preparam um plano de transição na Guiné-Bissau

Missão política  deve encerrar no final de 2020; diretor do Departamento de Assuntos Políticos para a África Ocidental falou com a ONU News em Bissau; resultados provisórios das eleições legislativas devem ser anunciados esta quarta-feira.

Missão política da ONU saúda “eleições pacíficas e com orgulho cívico” na Guiné-Bissau

Comissão Nacional de Eleições disse que escrutínio decorreu sem grandes problemas; para alto funcionário da ONU, presença da organização vai continuar após fecho da missão política prevista para 2020; resultados preliminares são esperados na segunda-feira. *