CSW 63: Igualdade de gênero e empoderamento feminino marcam duas semanas de eventos na ONU
BR

11 março 2019

Comissão sobre o Estatuto da Mulher registra recorde de mais 9 mil delegados inscritos; Nações Unidas veem nova oportunidade para mobilização e planejamento de iniciativas nas sessões que acontecem entre 11 e 22 de março.

As Nações Unidas acolhem milhares de representantes que participam na 63ª Sessão da Comissão sobre o Estatuto da Mulher, CSW, a partir desta segunda-feira.

O segundo maior evento anual no calendário das Nações Unidas, após a Assembleia Geral, debate políticas dedicadas exclusivamente à promoção da igualdade de gênero e ao empoderamento das mulheres.

Secretário-geral das Nações Unidas falando na abertura da 63ª Sessão da Comissão sobre o Status da Mulher na sede da ONU em Nova Iorque. Foto: ONU Photo/Evan Schneider

Participação Vibrante

Em 2019, a sessão da CSW é presidida pela embaixadora da Irlanda junto à ONU, Geraldine Byrne Nason. A diplomata disse que esta ocasião expressa de uma forma vibrante a participação política de milhares de mulheres de todo o mundo.

Nason afirmou que várias mulheres veem participar do evento saindo de comunidades ou representando a sociedade civil e seus governos. A presidente da CSW 63 acrescentou que este ano já foram registrados mais de 9 mil delegados, um novo recorde de participação nas sessões.

De acordo com a representante, o tema em destaque será a proteção social, o acesso aos serviços públicos e a infraestrutura sustentável.

Para ela, a escolha destas questões não podia ser mais importante porque todos têm esses problemas como reais e seus países os enfrentam diariamente.

Proteção

A representante mencionou cuidados acessíveis para a criança, a saúde, a educação, a falta de acesso à proteção social e o transporte seguro e confiável como apenas alguns exemplos deles. Ela declarou ainda que é essencial abordar esses temas para que seja alcançada a igualdade de gênero e o empoderamento de todas as meninas e mulheres.

Estima-se que mais de 120 países sejam representados ao alto nível na reunião da Comissão que também prepara as recomendações sobre a promoção dos direitos femininos em áreas como política, economia, sociedade civil e educação.

Criada em 1946, ta CSW também acompanha e avalia progressos e desafios na implementação da Declaração e Plataforma de Ação de Pequim de 1995 e resultados do 23º Período Extraordinário de Sessões da Assembleia Geral de 2000.

Empoderamento

A Comissão também avalia as metas da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável sobre a igualdade de gênero e o empoderamento feminino.

Até 22 de março, as sessões deverão identificar desafios, estabelecer padrões, normas globais e definir políticas para esse propósito.

Para a ONU, as duas semanas de reunião da CSW 63 são uma oportunidade para que políticos, ativistas, pesquisadores  mobilizem e planejem novas iniciativas e ações em prol da igualdade de gênero e do empoderamento das mulheres.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud