Guterres condena ataques terroristas na Somália

2 março 2019

Explosões mataram mais de 20 pessoas; chefe da ONU apresentou condolências às famílias e amigos das vítimas; membros do Conselho de Segurança pedem cooperação dos países como Governo da Somália. 
 

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, condenou veementemente os ataques terroristas que ocorreram em Mogadíscio.
Em nota emitida pelo seu porta-voz, Stéphane Dujarric, o chefe da ONU apresentou as suas condolências às famílias e amigos das vítimas, desejando ainda uma rápida recuperação aos que ficaram feridos. 
Guterres elogiou também a resposta dos serviços de emergência somalis e reiterou o apoio e a solidariedade das Nações Unidas com o povo e o Governo da Somália.

Conselho de Segurança

Os membros do Conselho de Segurança reafirmam que o terrorismo em todas as suas formas e manifestações constitui uma das ameaças mais sérias à paz e segurança internacionais.Foto ONU/ Evan Schneider

Também os membros do Conselho de Segurança condenaram estes ataques que mataram, segundo várias fontes, mais de 20 pessoas e feriram outras 80.
Em declarações à imprensa, o presidente do órgão, François Delattre, afirmou que “os membros do Conselho de Segurança das Nações Unidas condenam os ataques terroristas” e expressam “as suas mais profundas condolências às famílias das vítimas, bem como ao povo e ao governo da Somália.”
O representante destacou também que “os membros do Conselho de Segurança reafirmam que o terrorismo em todas as suas formas e manifestações constitui uma das ameaças mais sérias à paz e segurança internacionais.”
Delattre sublinhou ainda a necessidade de “levar à justiça” os autores, organizadores, financiadores e patrocinadores desses atos repreensíveis de terrorismo” e pediu a todos os países que, em conformidade com suas obrigações perante o direito internacional e resoluções relevantes do Conselho de Segurança, “cooperarem ativamente com o Governo da Somália e todas as outras autoridades relevantes a este respeito.”

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

Conselho de Segurança apoia visão para “silenciar armas” em África até 2020

Os 15 Estados-membros votaram a favor da resolução; ONU quer reforçar parceria com União Africana para a prevenção e resolução de conflitos e manutenção da paz; subsecretária-geral para Assuntos Políticos identificou avanços alcançados.