Mediador despede-se após 27 anos à frente do processo que criou Macedónia do Norte

28 fevereiro 2019

Representante especial do secretário-geral da ONU acompanhou disputa entre Grécia e a antiga República Jugoslava da Macedónia; Matthew Nimetz liderou negociações que culminaram com entrada acordo que entrou em vigor a 12 de fevereiro.

Em junho passado um acordo histórico terminou com uma disputa de 27 anos entre a Grécia e a antiga República Jugoslava da Macedónia. Em causa estava o nome do país que se tornou independente após o desmembramento da Jugoslávia, no início da década de 90.

Durante este período, o enviado do secretário-geral das Nações Unidas para este processo, Matthew Nimetz, liderou as negociações em nome da ONU.

Em junho passado um acordo histórico terminou com uma disputa de 27 anos entre a Grécia e a antiga República Jugoslava da Macedónia., by ONU/ Mark Garten

Acordo

Na hora da despedida, em entrevista exclusiva à ONU News, Nimetz disse que sempre acreditou que se chegaria a um entendimento.

A sua missão ficou finalmente cumprida quando o "Acordo de Prespa" foi ratificado pelos Parlamentos dos dois países. O documento entrou em vigor a 12 de fevereiro oficializando o nome da República da Macedónia do Norte.

O representante revelou que está “satisfeito” porque trabalhou neste projeto por muitos anos para que os dois países pudessem vir “a trabalhar em conjunto.”

Ele lembra que a questão do nome era apenas a ponta do icebergue e que a disputa era mais complexa estando também relacionada com “o sentido de identidade em ambos os países.”

Lideranças

Enquanto se prepara para deixar a sua posição como enviado do secretário-geral, cargo que ocupa desde 1999, Nimetz recorda a importância das diferentes lideranças neste processo.

Para ele, os líderes “têm um grande impacto na história, estabelecem prioridades e assumem riscos, e ambos os líderes dos dois países têm atitudes diferentes em relação a essa questão.”

Quando questionado porque razão a contenda tardou tanto em ser solucionada, o representante partilhou que houve períodos em que “os líderes de um dos países colocaram este processo mais abaixo na lista de prioridades”.

Na opinião do ex-mediador, “é totalmente compreensível” uma vez que os líderes “não podem lidar com tudo e têm que fazer escolhas.”

Acompanhe os pontos altos desta entrevista (em inglês):

 

 

 

 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

Guterres felicita acordo em vigor entre Grécia e República da Macedónia do Norte

Entendimento entrou em vigor a 12 de fevereiro e põe fim a disputa de 27 anos; secretário-geral destaca importância do acordo para a estabilidade dos Balcãs; ONU facilitou negociações.

Nações Unidas destacam progresso em disputa na antiga República Jugoslava da Macedónia

Parlamento ratificou acordo sobre novo nome do país; para que nação mude nome para a República da Macedônia do Norte, parlamento grego tem de votar e ratificar o acordo.