Dia Mundial do Pangolim chama a atenção para mamíferos mais traficados no mundo
BR

16 fevereiro 2019

De acordo com Programa das ONU para o Meio Ambiente mais de 1 milhão de animais foram traficados na última década; projeto no Zimbábue trabalha para salvar animais.

Os pangolins são pequenos mamíferos que apenas se movem durante a noite. Com escamas brilhantes, cabeças pontudas e línguas que chegam a 25 centímetros, quando encontram algum predador, se enrolam em um tipo de bola blindada para se protegerem.

Eles parecem miniaturas de dinossauros e quase nenhum zoológico conseguiu manter um vivo em cativeiro. Os pangolins também são os mamíferos mais traficados no mundo, ficando acima até mesmo dos elefantes e dos rinocerontes.

Dia Mundial do Pangolim

O Dia Mundial do Pangolim, marcado em 16 de fevereiro, busca lembrar a todos do perigo que o comércio do único animal do planeta com escamas representa.  Também tem como objetivo mostrar que ainda existe uma chance de salvar espécies ameaçadas se as pessoas agirem com sabedoria.

De acordo com o Programa da ONU para o Meio Ambiente, Pnuma, mais de 1 milhão de pangolins foram traficados na última década. Um número surpreendente para uma espécie tão pouco conhecida.

Espécies

Todas as oito espécies destes mamíferos, quatro asiáticas e quatro africanas, são proibidas no comércio internacional graças à proteção extra que ganharam na conferência de 2017 da Convenção sobre Comércio Internacional das Espécies Ameaçadas, Cites. A decisão destacou a ameaça de natureza crítica destes animais e o consenso global da importância deles.

 

Entre as iniciativas que buscam salvar os pangolins da extinção, o Pnuma cita uma campanha para aumentar a consciência colaborativa que acontece no Zimbábue, que uniu um joalheiro, um fotógrafo e um grupo conservacionista.

Documentário

Em 2016, a Fundação Tikki Hywood se uniu ao renomado fotógrafo Adrian Steirn para filmar um curta documentário chamado os Homens de Pangolim.

A série mostra um grupo de cuidadores desses animais que trabalham na Fundação e desenvolveram um relacionamento com cada um dos animais que tomam conta. O filme também ilustra como estes mamíferos são vulneráveis e porque a proteção deles é vital para que possam ser reabilitados e retornarem à vida selvagem.

A colaboração atrás do projeto nasceu quando Adrian Steirn se encontrou com a família Macros e ficou sabendo do desenvolvimento da nova linha de joias em que estavam trabalhando. A ideia era inspirar a coleção pangolim no longo relacionamento que a família tinha com estas espécies e ao mesmo tempo, chamar atenção e ajudar a coletar fundos para a Fundação Tikki Hywood.

Tikki Hywood Foundation
Mosi estava em reabilitação desde que foi resgatado do tráfico de animais, após uma recuperação bem-sucedida teve alta alguns meses depois.

Comércio Ilegal

O comércio ilegal de vida selvagem é o quarto maior, depois do de drogas, de armas e do tráfico humano. Segundo o Pnuma, há apenas alguns dias, oficiais em Hong Kong relataram a intercepção de um carregamento com nove toneladas de escamas de pangolim, a maior captura já realizada.

Elas foram encontradas escondidas em baixo de carne congelada na carga de um navio que vinha da Nigéria e estava indo para o Vietnam. A estimativa de valor da carga foi de US$ 8 milhões.

De acordo com os oficiais, a estimativa é de que as escamas do animal tenham vindo de cerca de 13 mil pangolins.

O comércio destes mamíferos é proibido no Vietnam, mas segundo o Pnuma, a fraca aplicação da lei permitiu o crescimento do mercado ilegal e alimentou uma indústria multibilionária de animais, a maior parte deles, usada em medicamentos tradicionais chineses e como animais de estimação exóticos. 

A campanha do Pnuma Wild for Life, Selvagem para a Vida na tradução em português, tem como objetivo chamar atenção para a situação de espécies ameaças como o pangolim. A iniciativa também busca construir a capacidade dos países de prevenir e reduzir a demanda por produtos derivados de espécies protegidas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

ONU recomenda uso de ciência do comportamento para incentivar atitudes mais sustentáveis

Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente alerta que demanda humana pelos recursos naturais da Terra ultrapassa quantidade do que pode ser produzido; agência cita cinco maneiras como a ciência comportamental pode transformar ações climáticas. 

Veleiro de plástico faz expedição de conscientização pela costa leste africana

Viagem que tem apoio do Pnuma busca chamar a atenção para o problema do plástico de uso único; ONU estima que até 2050 os oceanos tenham mais plástico do que peixes.