Em Moçambique, rainha Mathilde da Bélgica incentivou avanços nos ODSs

Rainha Mathilde da Bélgica visita Moçambique
Ouri Pota / ONU News
Rainha Mathilde da Bélgica visita Moçambique

Em Moçambique, rainha Mathilde da Bélgica incentivou avanços nos ODSs

Desenvolvimento econômico

Representantes de agências das Nações Unidas no país comentam visita que marcou a semana; rainha reiterou apoio a metas globais em contactos com vários setores, incluindo o governo e a sociedade civil.

A rainha Mathilde da Bélgica esteve em Moçambique por quatro dias, na sua qualidade de defensora e promotora dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, ODSs. 

No país, a representante belga teve sessões de diálogo com vários setores, que culminaram com uma palestra na Universidade Eduardo Mondlane.

A rainha Mathilde da Bélgica esteve em Moçambique por quatro dias, na sua qualidade de defensora e promotora dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, ODSs.
A rainha Mathilde da Bélgica esteve em Moçambique por quatro dias, na sua qualidade de defensora e promotora dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, ODSs. Foto: Telcínia dos Santos/FAO

Esforços Conjuntos

Na palestra realizada sob o tema “Os ODS; Rumo a um Futuro melhor para Moçambique”,  centenas de académicos e estudantes refletiram sobre mudanças climáticas e temas como combate à fome e desnutrição.

A rainha apelou aos jovens, como futuros líderes, que olhem para as metas globais como uma prioridade e partilhem informação sobre os ODSs. Para a representante, o alcance dessas metas até 2030 será possível se forem acelerados e intensificados os esforços conjuntos.

Educação

O representante do Fundo das Nações Unidas para Infância, Unicef, em Moçambique disse que a visita aumentou a reflexão sobre ODSs no país. Marcoluigi Corsi participou na palestra que aconteceu na maior universidade moçambicana.

“Muitas vezes o que acontece é que os ODSs parecem algo que tem que ser alcançado pela Nações Unidas, o governo, mas não é, pois isso vai fragmentar praticamente o alcance dos ODSs. É uma oportunidade para refletirmos de maneira conjunta onde é que estamos rumo ao alcance dos ODSs, por exemplo, a academia tem um papel muito importante para alcance dos ODSs que são importantes em Moçambique, estamos a falar da educação por exemplo.”

Já o representante da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e  Alimentação, FAO, Olman Serrano, destacou que o pronunciamento da rainha belga tem impacto para os mais necessitados.

In Mozambique, Queen Mathilde of Belgium called on young people, as future leaders, to look at global goals as a priority and to share information about ODSs.
Telcínia dos Santos/FAO
In Mozambique, Queen Mathilde of Belgium called on young people, as future leaders, to look at global goals as a priority and to share information about ODSs.

Fome

“Para nós aqui em Moçambique é muito importante, porque ela está a promover os 17 Objetivos, onde o primeiro destaca a erradicação da pobreza. O segundo é erradicar a fome e, neste caso, para a FAO é muito importante contribuir para atingir os ODSs.”

O fundo belga financia um projeto implementado pela FAO que contribui para segurança alimentar e nutricional na província de Gaza, sul de Moçambique, desde 2013. 

Com a iniciativa orçada em US$ 2,95 milhões, a FAO estabeleceu 75 escolas em campos agrícolas denominados Machamba do Camponês. O projeto beneficiou 994 produtores. Destes, 68% são mulheres.

 

Ouri Pota, da ONU News em Maputo