Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto

26 janeiro 2019

As Nações Unidas assinalam o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto no domingo, 27 de janeiro. Em mensagem especial, o secretário-geral da ONU, afirmou que neste dia é honrada “a memória dos seis milhões de judeus que desapareceram no Holocausto e as muitas vítimas de uma crueldade e horror calculados e sem precedentes.”

António Guterres, destaca que a data deste ano é observada no contexto de um “aumento alarmante de antissemitismo” e lembra o “ataque mortal” a uma sinagoga nos Estados Unidos e a “profanação de cemitérios judeus na Europa.”

O chefe da ONU considera que o mundo assiste à “proliferação de grupos neonazistas”, a “tentativas de reescrever a história e de distorcer os fatos do Holocausto” e alerta que a “intolerância se espalha à velocidade da luz pela Internet.”

Para Guterres é fundamental ser sempre vigilante à medida que a Segunda Guerra Mundial se apaga com o tempo e o número de sobreviventes do Holocausto diminui.

Citando o rabino-chefe do Reino Unido, Jonathan Sacks, o chefe da ONU lembra que o “ódio que começa com os judeus nunca termina com os judeus.”

O secretário-geral termina a sua mensagem dizendo que a intolerância está a entrar na política convencional, “focando nas minorias, nos mulçumanos, nos migrantes e nos refugiados, e explorando a raiva e ansiedade de um mundo em mudança.”

Para Guterres é fundamental que a humanidade se una “na luta pelos valores universais” e na construção de “um mundo de igualdade para todos.”

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud