Guterres fala em “colocar pé no acelerador” ao detalhar atuação da ONU em 2019
BR

16 janeiro 2019

Mudança climática, Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e novas tecnologias terão maior destaque; secretário-geral aponta resultados alcançados na diplomacia pela paz com o apoio da organização.

O secretário-geral apresentou esta quarta-feira o panorama da ação das Nações Unidas em 2019, em sessão informal da Assembleia Geral. Entre as principais áreas de atuação estão a mudança climática, os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e as novas tecnologias.

António Guterres disse “simplesmente é preciso colocar o pé no acelerador” ao destacar o combate à mudança climática como primeiro passo. Para o chefe da ONU, não há desafio maior para o mundo do presente e do futuro.

Da esquerda para a direita, vice-secretária-geral, secretário-geral e presidente da Assembleia Geral, by Foto ONU/Eskinder Debebe

Esforços

Em segundo lugar, Guterres disse que devem ser agilizados os esforços para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Ele reconheceu haver esforços consideráveis ​​de governos e outras partes, mas destacou que ainda não estão sendo feitas as mudanças transformadoras exigidas pela Agenda 2030.

Em terceiro lugar, o secretário-geral disse que deve ser intensificada a ação em novas tecnologias, que podem impulsionar o trabalho da ONU. Ele disse que a chamada Quarta Revolução Industrial continua a abrir novas possibilidades de assistência médica, educação, assistência humanitária e outras.

Guterres destacou que valores como paz, justiça, dignidade humana, tolerância e solidariedade estão ameaçados.

O chefe da ONU disse que está ocorrendo uma batalha ideológica, mencionando o ódio e as visões nocivas que se tornam tendências dominantes.

Rápida Mudança

Guterres declarou que nunca pode haver espaço para discursos de ódio, intolerância ou xenofobia, afirmando que a organização os vai combater em qualquer hora e em qualquer lugar.

Para o chefe da ONU, deve ser mostrado que as ansiedades, os medos e as preocupações das pessoas são entendidas e que as causas que levam as pessoas a se sentir abandonadas num mundo em rápida mudança são abordadas.

Guterres destacou que uma onda de diplomacia pela paz que é apoiada pelas Nações Unidas cria movimento em situações que são aparentemente intratáveis.

O representante apontou progressos registrados no ano passado em situações como no Iêmen, no diálogo envolvendo a Coreia do Norte e crises na Síria.

As declarações de paz assinadas entre a Etiópia e a Eritreia, a conclusão com êxito da missão de paz na Libéria e os progressos na Macedônia. O apoio às eleições bem-sucedidas em Madagascar, Mali e Maldivas também foram citadas no discurso do chefe da ONU.

 

 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud