Nações Unidas e União Africana relançam diálogo na República Centro-Africana
BR

9 janeiro 2019

Subsecretário-geral para as Operações de Manutenção da Paz faz visita de dois dias ao país; ONU quer promover diálogo entre governo e grupos armados.

O subsecretário-geral para as Operações de Manutenção da Paz das Nações Unidas, Jean-Pierre Lacroix, chegou a Bangui, capital da República Centro-Africana, esta terça-feira, 8 de janeiro.

Acompanhado pelo comissário da União Africana para a Paz e Segurança, Smail Chergui, e outros diplomatas, Lacroix tem como objetivo relançar o diálogo entre o governo e os grupos armados do país sob a proteção da União Africana.

O responsável afirmou que o ano de 2019 “deve ser o ano do diálogo, deve ser o ano do apaziguamento, deve ser o ano da reconciliação” e reiterou a determinação “de trabalhar e não poupar esforços nesse sentido."

Agenda Política

Lacroix afimrou que não serão poupados esforços para que 2019 seja “um ano de sucesso” para os cidadãos da República Centro-Africana.Yaye Nabo Sène/Ocha

Também Smail Chergui explicou que esta visita de alto nível tem como principal objetivo “dar um impulso decisivo” à estabilização da região.

Na agenda dos responsáveis está um encontro com o presidente do país, Faustin-Archange Touadéra, o presidente da Assembleia Nacional, membros do governo e outros agentes políticos da África Central.

Para Lacroix, não serão poupados esforços para que 2019 seja “um ano de sucesso” para os cidadãos da República Centro-Africana, “com um processo inclusivo que não deixará ninguém para trás e que nós esperamos, trará a paz a este país.”

A visita da delegação ocorre mais de três meses após a reunião de alto nível sobre o país realizada na sede das Nações Unidas. O encontro foi copresidido pelo presidente Touadéra, o Secretário-Geral das Nações Unidas, António Guterres, e o Presidente da Comissão da União Africana, Moussa Faki Mahamat, com a participação de muitos outros parceiros regionais e internacionais.

Inscreva-se aqui para receber notícias da ONU News por email

 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

República Centro-Africana: resposta humanitária precisa de US$ 430 milhões em 2019

Número de pessoas que precisa de assistência aumentou em 16% para 2,9 milhões; Plano de Resposta Humanitária visa salvar vidas, fortalecer proteção e preservar dignidade humana.

Falta de fundos pode interromper transporte de ajuda na República Centro-Africana

Crise no serviço aéreo da ONU ocorre quando metade da população precisa de ajuda humanitária; mais de 2 mil trabalhadores do setor foram transportados pelos aparelhos aéreos administrados pelo Programa Mundial de Alimentação.