OMS aplaude resposta e prevenção do ébola no Uganda

3 janeiro 2019

Diretor-geral reúne com primeiro-ministro do país; várias medidas foram adotadas para evitar novo surto; agência elogia apoio dado à República Democrática do Congo para evitar propagação da doença. 

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde, OMS, Tedros Ghebreyesus, elogiou o Uganda pelo trabalho que tem vindo a desenvolver para responder a um potencial novo surto de ébola. Este trabalho tem sido feito nos distritos considerados de alto risco do país.

Ghebreyesus lembra que o sistema de resposta a surtos de doenças no Uganda é reconhecido globalmente pela sua eficácia. Ele elogiou o governo pelo apoio prestado durante o exercício de vacinação que está em curso agradecendo o “compromisso e apoio do governo."

Estas declarações foram feitas durante uma reunião realizada com o primeiro ministro do Uganda.

Apoio

Uganda está a reforçar a capacidade de prevenção, controlo de infeções, rastreio e vigilância transfronteiriça.
OMS

O responsável destacou ainda como a República Democrática do Congo, RD Congo, tem sido apoiada pelos ugandeses na resposta ao surto em curso, especialmente no que diz respeito ao reforço de capacidades em prevenção, controlo de infeções e rastreio, e vigilância transfronteiriça.

A OMS enfatiza a necessidade de amplificar os cuidados de saúde primários no Uganda, a fim de prevenir doenças entre a população.

O primeiro-ministro do Uganda, Ruhakana Rugunda, agradeceu o apoio da OMS ao país afirmando que “o que quer que Uganda tenha conseguido na saúde pública deve-se à liderança geral da OMS.”

Projetos

Rugunda admitiu estar preocupado com o atual surto de ébola na RD Congo e elogiou a OMS e os seus parceiros pela resposta dada para salvar vidas.

O Uganda está a implementar uma série de projetos para garantir que o país seja protegido do surto de ébola ou capaz de o controlar. A vacinação de trabalhadores de saúde, a triagem de viajantes nos pontos de entrada, a comunicação de risco e o envolvimento das comunidades são algumas das atividades que têm sido desenvolvidas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

Sudão do Sul aumenta nível de alerta devido a três casos suspeitos de ebola

Nível de risco da Organização Mundial da Saúde aumentou de “alto para muito alto” no mais novo país do mundo; doença continua a representar uma grande ameaça para a saúde pública nos níveis nacional e regional na RD Congo.

OMS ajuda a vacinar 650 trabalhadores da saúde no Uganda contra o ébola

Pela primeira vez, processo decorre em território sem registo de um único caso da doença; leste da República Democrática do Congo regista o 10º surto que já provocou 209 mortos.